Você Sente Cãibras nas Pernas? Veja Como Parar Com Elas Naturalmente

As câimbras nas pernas acontecem devido a uma contração rápida e dolorosa de um músculo na perna, sendo mais comuns na panturrilha.

À noite, suas pernas parecem ter uma mente própria?

Você tenta fechar os olhos e descansar depois de um longo dia, mas as pernas começam a tremer involuntariamente?

Estas câimbras noturnas são comuns e também podem gerar dor nos pés, panturrilhas e coxas.

Mas afinal, o que causa a câimbra nas pernas?

Basicamente a câimbra nas pernas é resultado de quatro fatores simples: Falta de exercício, Desidratação, Deficiência de magnésio e Problemas circulatórios.

Vejamos algumas maneiras de evitar câimbra nas pernas:

Exercícios de alongamento
Realizar alguns exercícios pode estimular o fluxo sanguíneo, que irá transportar oxigênio e nutrientes vitais para seus músculos da perna.

Aqui está um exercício fácil:
Fique de frente para uma parede;
Coloque uma perna a frente da outra, num ângulo de 60º; Mantenha os pés no chão, inclusive o calcanhar;
Pressione a perna da frente para frente e mantenha a perna de trás esticada, isso irá alongar a perna que não está sendo pressionada; Mantenha esta posição por 2 segundos; Retornar à posição inicial e repousar durante 10 segundos; Repita 6-8 vezes em cada perna.

Este exercício permite que você faça um bom alongamento.

Quer um exercício de emergência para câimbra nas pernas?
Primeiro, sente-se e estique suas pernas a sua frente.

Coloque ponta do pé da perna que não está com câimbra em cima da ponta do pé da perna que está com câimbra.

Alongue a perna que está com câimbra deixando-a o mais reto e próximo ao chão possível. Respire fundo e relaxe até a câimbra passar.

Desequilíbrio eletrolítico
Se você não estiver bebendo água suficiente, você pode ter um desequilíbrio eletrolítico. Aprenda uma receita fácil de bebida eletrolítica e reponha seus líquidos.

Ingredientes:
50 ml de água
6 colheres de chá de açúcar
¼ a ½ colher de chá de sal marinho;
Suco de um limão;

Misture todos os ingredientes no liquidificador, adicione gelo e aproveite.

Deficiência de magnésio
O magnésio faz maravilhas para aliviar as câimbras nas pernas. Para adicionar magnésio à sua dieta, coma muitas folhas verde-escuro, bananas, sementes de abóbora, iogurte e chocolate amargo. Outra forma de complementar o magnésio do seu corpo é criar o seu próprio óleo para massagear suas pernas à noite.

Ingredientes
½ xícara de Cloreto de Magnésio em flocos;
½ xícara de água destilada.

Ferva a água e adicione o magnésio em flocos.
Mexa continuamente até misturar bem.
Retire do fogo e deixe esfriar.
Armazene em recipiente fechado, com aplicador de spray.
Aplique de 5 a 10 pulverizações em cada perna uma hora antes de dormir.

Dica extra: Tome sua dose diária de vitamina D.
Se você tem uma vida saudável, está tomando bastante água e não tem deficiência de magnésio, mas ainda tem câimbra nas pernas, então você pode estar com deficiência de vitamina D.

A vitamina D tem a função de ajudar o corpo a absorver o cálcio. A melhor fonte de vitamina D é a exposição ao sol. Caso você não tenha acesso ao sol ou não goste, também é possível repor a vitamina D comendo frutos do mar.

Você também pode simplesmente tomar um suplemento. Caso a câimbra nas pernas persista, então contate um médico para saber maiores possibilidades.

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

INSCREVA-SE NO CANAL ► https://goo.gl/JWAeet
Facebook ► https://goo.gl/QJwd9p

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*