Sinais de câncer de pulmão e tudo o que você precisa saber

Os pulmões são parte essencial do sistema respiratório. O ar que entra pelo nariz ou pela boca viaja pela traqueia até chegar a cada um dos brônquios e, finalmente, se alojar nos pulmões.

Quando inspiramos, estes órgãos se enchem de ar. Desta maneira adquirimos oxigênio. Quando tal ar é liberado está na forma de dióxido de carbono.

Como o câncer aparece? Tudo se inicia nas células que se encontram nos tecidos e órgãos do corpo, neste caso, nos pulmões.

As células se dividem para formar novas células. Quando estas se danificam ou envelhecem são substituídas por outras.

No entanto, algumas vezes este processo se descontrola, ou seja, existe um excesso de renovação das células. Por isso se formam os tumores.

O câncer de pulmão de células não pequenas é o tipo mais comum.

Sinais de câncer de pulmão

As células não pequenas se classificam em diferentes classes, de acordo com a aparência que tenham sob o microscópio:

  • Carcinoma de células escamosas: este tipo de câncer se origina nas células escamosas, ou seja, células delgadas e planas similares às escamas de peixes. Medicamente é conhecido como carcinoma epidermoide.
  • Carcinoma de células grandes: origina-se em vários tipos de células grandes.
  • Adenocarcinoma: surge nas células que recobrem os alvéolos e fabricam substâncias como o muco.
  • Tipos não comuns: tumor carcinoide pleomórfico, carcinoma de glândula salival e o carcinoma não classificado.

Veja também: 8 sintomas comuns do câncer que a maioria das pessoas ignora

Fatores de risco

  • As pessoas que fumam têm 90% de chances de sofrer de câncer de pulmão.
  • Não podemos nos esquecer de que respirar a fumaça é como se estivéssemos fumando.
  • Inalação de substâncias como o arsênio, silício ou cromo.

Diagnóstico

Tosse é um sinal de câncer de pulmão

Não se pode delimitar um quadro clínico específico para o diagnóstico do câncer de pulmão.

No entanto, sobressaem-se os seguintes sintomas:

  • Tosse constante ou que piora
  • Dor no peito
  • Problemas para respirar
  • Tosse com sangue, muco com um tom similar ao metal oxidado.
  • Fadiga todo o tempo.
  • Rouquidão
  • Perda de peso sem razão aparente
  • Infecções como bronquite e pneumonia recorrentes
  • Chiado no peito

Quando se espalha para o resto do corpo o paciente pode experimentar o seguinte:

  • Coloração amarelada na pele, pois o câncer está no fígado
  • Dor nos ossos
  • Dor de cabeça
  • Fraqueza nas pernas e braços
  • Enjoos
  • Convulsões
  • Protuberâncias nos gânglios linfáticos pelo acúmulo de células do sistema imune

Se os sinais continuarem por mais de três semanas é indispensável que o paciente procure um médico para realizar uma radiografia na área do tórax.

Depois, com os resultados, realiza-se uma história clínica de maneira minuciosa, um exame físico e outros testes de laboratório.

Leia também: 11 sintomas de câncer que a maioria das pessoas ignora

Detecção

Consiste na busca da doença antes que o paciente apresente algum sintoma.

  • Exame físico: o médico revisa o estado de saúde do paciente de forma geral, verifica se existem nódulos ou outro sinal fora do normal. Observa-se os hábitos, antecedentes e tratamentos de doenças anteriores.
  • Exames de laboratório: neste caso colhem-se amostras de sangue, urina, tecido e outras substâncias que tragam resultados.
  • Imagens: é um procedimento que permite capturar as áreas internas do corpo.
  • Exames genéticos: nestes exames buscam-se mutações de genes que possam estar relacionados com diferentes tipos de câncer.

Nota: é importante que um médico autorize o procedimento para detectar o câncer, posto que nem todos os exames são úteis e, além disso, apresentam riscos para o paciente.

Tratamento

Mão segurando pulmão com câncer

Existem diferentes tratamentos para o câncer de pulmão, de acordo com a gravidade e a área danificada. Estes são os mais comuns:

  • Cirurgia: realiza-se uma operação que retira o tecido canceroso.
  • Quimioterapia: é a aplicação de medicamentos na forma de comprimidos ou via intravenosa que busca reduzir ou eliminar o câncer.
  • Radioterapia: ataca-se o câncer por meio de radiação de alta intensidade.
  • Terapia dirigida: uso de medicamentos para bloquear a propagação de células cancerosas.

Prevenção

  • Evite a fumaça do tabaco
  • Aumente a ingestão de frutas e verduras
  • Faça exercícios de maneira periódica
  • Não cozinhe com lenha, já que as substâncias que são liberadas são nocivas
  • Afaste-se das zonas de alta industrialização
  • Reduza o consumo de álcool
  • Faça seu check-up médico anual para detectar qualquer anomalia

Não se esqueça… é melhor prevenir do que remediar.


Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*