Saiba quais chás não devem ser consumidos por quem tem labirintite

O artigo Saiba quais chás não devem ser consumidos por quem tem labirintite faz parte do conteúdo do Remédio-Caseiro.

Geralmente o aparecimento de algumas doenças estão ligadas a forma com que as pessoas levam a vida, principalmente quando não há cuidado com a alimentação. Uma dessas doenças é a labirintite. Ela pode provocar uma série de sintomas, entre os principais, desequilíbrio, audição reduzida e sensação de que o ambiente está girando. Para combater esses sintomas, os chá pode ser uma boa saída.

Dependendo do grau da labirintite, cada pessoa pode apresentar sintomas diferentes, por isso, o acompanhamento médico se faz tão necessário. A recuperação acontece de forma gradativa, por isso é bem indicado tomar alguns cuidados em relação ao esforço no dia a dia e também a evitar lugares com muita luminosidade e barulho. Somado a tudo isso, os chá podem ajudar muito na recuperação.

O que é a labirintite

A labirintite é uma doença que afeta o equilíbrio e a audição de uma pessoa, justamente porque ela atinge os labirintos dentro do ouvido. A labirintite pode ser causada por compressões, tumores, infecções e inflamações dentro do ouvido. As pessoas que desenvolve essa doença são atingidas por uma série de sintomas que trazem uma série de desconforto para o dia a dia.

Normalmente, a patologia acomete pessoas de 40 anos ou mais, porém esse fator não deve ser visto como via de regra, já que pessoas mais jovens também podem desenvolver a doença. Geralmente o aparecimento da labirintite está vinculado a alguma alteração metabólica, ou ainda por meio de outros fatores ligados ao aumento do nível do colesterol, do ácido úrico ou dos triglicérides.

Entre os principais sintomas apresentados por um paciente com labirintite estão: tonturas e vertigens que podem aparecer associadas à vômitos, náuseas, sudoreses, desequilíbrio e audição reduzida. É comum o paciente relatar a sensação de que o ambiente gira ao seu redor, ou ainda que seu corpo está girando. Na identificação de qualquer um desses sintomas, o médico deve ser procurado.

Saiba quais chás não devem ser consumidos por quem tem labirintite

Foto: depositphotos

Chás para acabar com a labirintite

O tratamento da labirintite deve ser feito com a supervisão de um médico especializado. Isso vai garantir com que os sintomas sejam abrandados. Fazendo tudo direito, a qualidade de vida do paciente tende a melhorar. Em paralelo, você pode fazer o uso das propriedades naturais de alguns ingredientes que auxiliarão no tratamento dos sintomas. Porém, o médico também deve ser consultado.

Veja alguns chás que vão ajudar a tratar a labirintite:

Chá de amêndoas

Ingredientes

  • 7 amêndoas;
  • 7 sementes de abóbora;
  • 7 sementes de papoula;
  • 3 colheres (de sopa) de trigo;
  • ½ colher (de sopa) de cravo da índia;
  • 1 xícara de leite;
  • 2 colheres de chá de manteiga.

Modo de preparo

O primeiro passo a ser feito é colocar todas as sementes em água. A quantidade certa é até cobrir totalmente todas elas. Deixe-as de um dia para o outro. Passado todo esse tempo, você vai descascar todas elas, em seguida, triture-as ainda encharcados até virar uma pasta fina. Com ajuda de uma assadeira, refogue o cravo da índia com a manteiga. Na mesma assadeira, adicione a massa feita com as sementes e o leite. Ferva, espere ficar morno e beba.

Chá de semente de coentro

Ingredientes

  • 1 copo de água;
  • 1 colher (de sopa) de sementes de coentro;
  • 1 punhado de pó de groselha indiana;
  • Açúcar mascavo ou mel para adoçar.

Modo de preparo

Com ajuda de um recipiente maior, mergulhe as sementes e o pó de groselha na água. Misture tudo e deixe em infusão por uma noite. Na manhã seguinte, antes de ingerir a bebida, basta coar e adoçar com açúcar mascavo ou mel.

Chá de ginkgo biloba

Ingredientes

  • 30g de folha em pó de ginkgo biloba;
  • ½ litro de água.

Modo de preparo

Coloque a água em uma panela e leve-a para ferver. Nesse mesmo momento, pode acrescentar o pó de ginkgo biloba. Assim que atingir o ponto de ebulição, basta desligar o fogo e deixar descansar por 10 minutos. Não esqueça de deixar o recipiente tampado. Passado esse tempo, use uma peneira para remover toda a erva e beba ainda morno.

Chá de erva doce, cravo da Índia e alecrim

Ingredientes

  • 1 xícara de chá de água filtrada;
  • 1 colher (de chá) de erva doce;
  • 1 colher (de chá) de alecrim;
  • 3 cravos da índia;

Modo de preparo

Coloque a água para ferver. Antes de atingir o ponto de ebulição, desligue o fogo e acresce3nte todos os demais ingredientes. Deixe tudo repousar por cerca de 10 minutos, lembrando de deixar o recipiente tampado. Com a mistura ainda morna, use uma peneira para remover todo o restante dos ingredientes e o chá está pronto para ser ingerido.

O artigo Saiba quais chás não devem ser consumidos por quem tem labirintite

faz parte do conteúdo do Remédio-Caseiro.


Source link