Querer a alguém que não lhe quer é como esperar o trem no aeroporto

Amar e não ser amado é o como desejar a neve no verão. Como querer navegar um barco sem velas ou esperar o trem no aeroporto.

É inútil e doloroso. No entanto, apesar de sabermos e estamos cientes de que não somos amados, é terrivelmente difícil quebrar esse vínculo de um dia para o outro.

O amor não correspondido é uma música muito comum na raça humana. Não há idade para descobrir o desinteresse de alguém que tem toda a nossa atenção ou a rejeição da pessoa sobre a qual nós projetamos todas as nossas ilusões.

Enfrentado isso de maneira correta você pode assumir uma estratégia adequada de crescimento pessoal. Isso nos permite compreender que o mais importante é atender a nossa autoestima sem perder a dignidade.

Agora, estender uma situação onde nos foi deixado claro que não há esperança e, mesmo assim, continuarmos mantendo a mesma necessidade de esperar ser amado ou de receber apenas “migalhas” pode ser muito destrutivo.

Nós convidamos você a pensar sobre isso.

Amar sem ser amado, e gostar sem ser correspondido

Amar quem não lhe ama causa uma inconsistência no nosso cérebro. Todos os nossos investimentos emocionais constroem um tecido habitado por ilusões, esperanças e crenças que batem ao mesmo tempo com uma parede de realidade: não somos amados.

Agora bem, devemos dizer que as situações nem sempre são tão simples como esta. Em primeiro lugar, há nuances e casos especiais que conferem uma maior complexidade emocional para estas situações que passaremos a analisar em seguida.

Recomendamos também a leitura:Sofrimento: o que ocorre em nosso cérebro quando o sentimos?

Quando nos dão falsas esperanças

“Se você ama, cuide; se você não ama, não dê ilusões”. Esta deve ser a essência principal que todos nós deveríamos definir para estabelecer relações mais maduras e respeitosas.

Loading...

Em certas ocasiões, nos deixamos levar pessoal e emocionalmente por alguém que se limita a nos dar esperanças por algum benefício concreto.

  • Pode ser que alguém se sinta só e para evitar o isolamento nos faz acreditar que somos importantes em seu coração quando, na verdade, não é bem assim. Isso é uma coisa muito perigosa.
  • As falsas esperanças também podem acontecer devido à pouca solvência emocional de alguém que não sabe dizer “não, não lhe amo, você não me interessa neste aspecto”.
  • Ao invés de controlar isso a tempo, você se deixa levar pelo medo de magoar ou decepcionar.
  • Isso pode ocorrer também a nível de casal. Pode ser que um dos dois membros já não ame mais ao outro e, ao invés de ser honesto, prolonga a situação, causando assim uma relação tão falsa quanto dolorosa.

Quando não sabemos como reagir

Amar alguém é um processo íntimo, delicado e profundo que tem sido gerado através do tempo.

Loading...

Source link

Loading...