Prato colorido: o que a cor dos alimentos diz sobre as suas propriedades

Quem nunca ouviu de alguém que um prato saudável é um prato colorido? Essa afirmação está mais do que certa, afinal de contas, incluir todos os tipos de alimentos em nossa dieta é a melhor forma de ter todos os tipos de vitaminas, sais minerais, fibras, proteínas, gorduras e carboidratos essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo.

Uma coisa que poucos sabem é que as cores dos alimentos podem ser muito influenciadas por seus nutrientes, coisa que fica clara em alimentos como a cebola roxa e a amarela, sendo que esta primeira tem colocação arroxeada por conter um flavonoide chamado antocianina.

Que tal aprender quais benefícios que um determinado alimento pode oferecer de acordo com a sua cor? Confira a seguir o significado das mesmas.

A cor do alimento influencia no tipo de nutriente oferecido?

Mix de cores! É assim que devem ser suas refeições diárias (Foto: depositphotos)

Alimento na cor verde

A coloração esverdeada presente principalmente em alimentos de origem vegetal se dá pela presença da clorofila que muito além da coloração é um composto que ajuda as plantas a fazerem a fotossíntese. Essa substância encontrada em abundância no alface, azeitona, brócolis, couve, espinafre, ervilha, grama de trigo e repolho; possui inúmeros benefícios para a saúde, sendo as principais a desintoxicação do organismo, o fortalecimento do sistema imunológico e a regularização dos níveis de glicose, colesterol e gordura.

Alguns desses vegetais também possuem luteína, um carotenoide de coloração amarelo-limão que tem ação antioxidante e vem sendo usado na medicina principalmente para tratar enfermidades ligadas à degeneração ocular. São alguns dos alimentos em que essa substância é presente: espinafreabobrinhacouve-florervilhabrócolis.

Alimento de cor branca

A alicina é um principio ativo encontrado no alho, alho-poró, cebola e demais vegetais pertencentes ao gênero botânico Allium. Essa substância pode ser uma grande aliada para a saúde do nosso organismo, visto que estudos afirmam que a mesma é capaz de combater inflamações, normalizar a pressão sanguínea, equilibrar os níveis de colesterol, combater o envelhecimento precoce e reduzir o risco de câncer. A alicina é a responsável pelo cheiro forte dos alimentos desse gênero.

A cor branca também está associada ao mineral potássio, que pode ser encontrado em abundância em batatas, bananas e cocos.

Alimento vermelho

A coloração avermelhada desses alimentos normalmente se dá pela presença de dois tipos de pigmentos: o licopeno ou a antocianina. O licopeno é uma substância que no nosso organismo, ajuda a reduzir vários tipos de câncer, principalmente o de próstata e pulmões. Além disso, esse carotenoide possui um forte efeito antioxidante e pode ser encontrado principalmente em tomates, além de outros alimentos como melancia, pimentão vermelho e goji berry.

Antioxidantes e anti-inflamatórias, as antocianinas ajudam a proteger o coração e o sistema circulatório; além de ajudar a melhorar a memória. Esse flavonoide pode ser encontrado em morangos, framboesas, cerejas e romãs.

Como melhorar a alimentação da minha família?

Alimento azul e roxo

Vegetais e frutas de coloração roxa ou azulada, tons que são ligeiramente parecidos, têm a sua coloração influenciada pela mesma que dá a coloração vermelha de alguns alimentos: a antocianina. Esse flavonoide, que é um super antioxidante, pode ser encontrado em alguns alimentos como amoras, uvas-passas, berinjelas, framboesas, uvas, mirtilos e até mesmo groselha.

Esses alimentos também possuem ácido elágico, que junto com as antocianinas fazem desses ingredientes grandes aliados no combate aos mais variados tipos de câncer, acidentes vasculares, doenças cardíacas e degeneração celular.

Alimento de cor preta

Após ver todos esses alimentos com cores vibrantes e os benefícios trazidos por seus agentes pigmentadores ou outras substâncias comuns em alimentos de mesma cor, é de se imaginar que frutas ou vegetais de cor preta não sejam grande coisa. Se engana quem pensa assim.

A maioria dos alimentos com essa coloração escura são ricos em minerais como ferro e magnésio, além de outros nutrientes como ácido fólico, antocianinas, flavonoides, polifenóis, taninos e fibras. São alguns desses alimentos: arroz-preto, feijão-preto, gergelim preto, jabuticaba, chá preto, lentilha preta e soja preta.


Source link