Planta parecida com erva daninha é benéfica para a saúde humana

A erva daninha é uma planta que surge de forma espontânea em determinadas plantações e é vista com “maus olhos” pelos donos de jardins. Isto ocorre porque ela costuma competir com as demais plantas por água, iluminação e nutrientes da terra. Por esta razão, ela é sempre arrancada e descartada.

Contudo, nem todas as plantinhas exóticas que crescem espontaneamente são maléficas à agricultura e, muito menos, para a alimentação humana. Um exemplo disso é a beldroega ou onze-horas como é comumente chamada.

A Portulaca oleracea, nome científico desta planta, é na verdade um arbusto extremamente nutritivo e benéfico à saúde humana. Muito utilizada pelos indianos há milhares de anos, a planta está ganhando cada vez mais espaços na cozinha de outros países, inclusive no Brasil.

Toda a planta é comestível e muito nutritiva (Foto: depositphotos)

Propriedades e benefícios da beldroega

Entre os poucos vegetais que podem proporcionar ao organismo boas quantidades de ômega-3, está a beldroega. Mas os nutrientes não param por aqui, pois a planta também pode oferecer vitamina A, C e as do complexo de B. Assim como os minerais ferro, cálcio, magnésio e manganês.

Além disso, esta erva possui algumas propriedades medicinais, sendo ela analgésica, anti-hemorrágica, tônica, diurética. Neste sentido, é indicada para aliviar dores de cabeça, problemas nos dentes e gengivas, além de tratar artrite.

Como usar a planta onze-horas?

França, Portugal e outros países da Europa usam esta planta de duas maneiras: fresca ou cozida. Nações da Ásia também utilizam a erva nas suas refeições. Apesar do gosto ligeiramente ácido, a beldroega é bem aceita nessas regiões. E vale ressaltar que toda a planta é comestível e benéfica ao organismo.

Desta forma, é possível colocar onze-horas em uma salada fresca, juntamente com outros vegetais e verduras. Além disso, ela pode acompanhar o preparo de outros alimentos, desde o cozimento até a hora de servir, acompanhando o prato principal.

Chá de beldroega para tratar fígado, bexiga e rins


Source link