Pessoas passivo-agressivas: 3 coisas que você deve saber sobre elas

As pessoas passivo-agressivas sofrem, na verdade, de um transtorno de personalidade.

Suas principais características comportamentais residem na obstinação contínua, em reagir de forma desafiadora diante das demandas dos demais, e em mostrar sempre uma atitude tão negativa quanto derrotista.

Conviver com elas é complexo e desgastante.

No entanto, o que está claro é que sua capacidade de manipulação é tão hábil que constrói relações marcadas sempre por um grande sofrimento e infelicidade.

É possível que, atualmente, você esteja convivendo com pessoas passivo-agressivas. Pode ser inclusive que tenha um familiar ou companheiro de trabalho com este tipo de transtorno.

Se este for o caso, é recomendável saber que existem estratégias de enfrentamento e terapias psicológicas com as quais reduzir este comportamento negativo e hostil causado quase sempre por duas dimensões muito básicas: a ira e a frustração.

Hoje, em nosso espaço, propomos que você descubra um pouco mais sobre este tipo de transtorno.

1. Quais são as características das pessoas passivo-agressivas?

Loading...

Para começar, algo que devemos ter em mente é que nem todas as pessoas com este tipo de transtorno mostram cada um dos comportamentos que detalharemos a seguir.

No entanto, o que evidencia as pessoas passivo-agressivas é uma arte muito hábil na hora de colocar em prática uma hostilidade disfarçada de “torrões de açúcar”.

Ou seja, são capazes de nos fazer mal de forma compassiva, simulando carinho quando o que há no fundo é um desejo expresso de humilhar, controlar ou ridicularizar.

Estas seriam, portanto, as características mais básicas:

  • Paixão por criticar os demais. Não há realidade, pessoa ou nuance cotidiana que se livre de uma boa crítica.
  • Quando as conhecemos de verdade, descobrimos que sempre se mostram irritadas por algo.
  • No entanto, quando querem algo de nós, não hesitam em se mostrar amáveis, detalhistas e generosas.
  • Se esquecem deliberadamente das coisas para não assumir responsabilidades.
  • Deixam tudo que começam pela metade.
  • São cínicas
  • Mostram uma curiosa habilidade para colocar a culpa nos demais, embora a responsabilidade seja delas mesmas.
  • Costumam se fazer de vítimas, são as menos valorizadas, as menos respeitadas, as menos felizes.
  • Odeiam a autoridade.
  • Rejeitam as sugestões dos outros.

2. O que há por trás deste tipo de personalidade?

Pessoa passivo-agressiva segurando um copo

Esta é a primeira pergunta que fazemos a nós mesmos. Por que agem desta forma se, a longo prazo, só conseguem mais frustração e relações sociais disfuncionais?

Estas seriam algumas explicações:

Loading...

Source link

Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*