Pão sem glúten de trigo sarraceno e arroz. Fácil e delicioso!

O pão sem glúten é comum entre as pessoas celíacas e as que não digerem muito bem esta proteína.

No entanto, também está começando a fazer parte da alimentação daqueles que querem alternativas para a farinha de trigo, para levar uma dieta mais digestiva e variada.

Descubra neste artigo como preparar um pão sem glúten de modo simples e rápido que agradará a toda a família.

É complicado fazer um pão sem glúten?

Na internet podemos encontrar várias receitas de pão sem glúten, com todo tipo de ingrediente alternativo.

No entanto, a maior parte destas receitas são preparadas com ingredientes caros ou difíceis de serem encontrados, não tem boa textura ou mesmo requerem uma complicada preparação.

O pão sem glúten que mostraremos neste artigo tem todas as vantagens possíveis:

  • Os ingredientes são fáceis de serem encontrados.
  • É um pão econômico.
  • Tem uma textura de pão esponjoso, mas compacto.
  • Sua preparação é fácil, já que é feita na batedeira e não requer amassamento.

O trigo sarraceno não contém glúten

O trigo sarraceno é originário do continente asiático, mesmo que hoje em dia seja cultivado em diferentes países como a Espanha.

Não devemos confundir seu nome, já que não é um trigo e nem um cereal. Também conhecido como trigo-mourisco é uma semente com todas as vantagens que isso implica a nível nutricional.

Deste modo podemos comer um pão com menos carboidratos e com mais proteínas e fibras, já que contém mais de 10% de proteína de fácil assimilação, assim como os oito aminoácidos essenciais.

O nome de trigo sarraceno nos dá a pista de que podemos usá-lo do mesmo modo que o trigo normal. De fato, na França se usa para preparar crepes salgados, os quais tem um sabor forte e característico.

A farinha de arroz como alternativa

Farinha de arroz para fazer pão sem glúten

A farinha de arroz é muito comum entre os celíacos, já que é livre de glúten, tem um sabor muito neutro e pode ser usada como a farinha de trigo.

No entanto, se usamos a farinha de arroz sem combinar com outras farinhas, a textura pode ser muito compacta.

Recomendamos usar farinha de arroz integral, já que a maioria é refinada e, ao faltar a fibra do cereal, as receitas serão mais indigestas e poderiam provocar prisão de ventre.

Receita de pão sem glúten

Ingredientes

  • 2 ovos
  • 2 xícaras de água (500 ml)
  • 1/2 xícara de azeite de oliva extra virgem (100 g)
  • 2 colheres de açúcar mascavo (20 g)
  • 1 colher de sal marinho (10 g)
  • 2 xícaras de farinha de trigo sarraceno (220 g)
  • 1 xícara de farinha de arroz (120 g)
  • 1 envelope de fermento seco em pó (12 g)
  • Sementes de girassol, abóbora, gergelim, linhaça ou chia (opcional, para decorar)

Utensílios

Para preparar este pão precisaremos de uma batedeira.

O que devo fazer?

  • Em primeiro lugar, bata os dois ovos durante, pelo menos, um minuto. Este passo é importante para que o pão fique esponjoso.
  • Em seguida, adicione os ingredientes líquidos, a água e o azeite, e bata de novo.

Nota: Se a temperatura ambiente é fria, a água deverá estar quente.

  • Depois incorpore o açúcar e o sal, bata e guarde.
  • Misture em seco as duas farinhas e as adicione pouco a pouco na batedeira, para volver a mexer tudo bem.
  • Por último, adicione o fermento e volte a bater. O resultado será uma massa bastante líquida.
  • Pré-esquente o forno a 200 ºC e, durante 15 minutos, coloque a massa do pão na geladeira. A mudança brusca de temperatura ativará o processo do fermento e conseguiremos assim um pão mais esponjoso.
  • Depois desse tempo, coloque o pão na forma e, se desejar, polvilhe umas sementes por cima.
  • Coloque a massa no forno e asse durante 40 minutos a 180 ºC.
  • Depois desse tempo, cheque se o interior do pão está bem assado, com a ajuda de um garfo. Se sair limpo, estará pronto.

Pão sem glúten favorece a digestão

Ideias

Se você gosta do pão sem glúten, pode buscar diferentes toques de sabor com esta receita mudando alguns dos ingredientes:

  • Condimentos como o gengibre, a canela, o cardamomo ou a pimenta caiena.
  • Ervas aromáticas como o orégano, o tomilho, o alecrim ou a alfavaca.
  • Alho em pó ou moído.
  • Bebida vegetal (coco, amêndoas, aveia) no lugar da água.
  • Farinha de milho ou de grão-de-bico.
  • Versão doce do pão, com cacau, temperos, mel de abelha, frutos secos, etc.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*