Nutróloga orienta sobre como não exagerar nos pratos do Dia dos Namorados

Quem deseja manter o ‘pique’ para aproveitar a noite toda precisa ter cuidado com o consumo de álcool. Além de ficar atendo às comidas consumidas

Dia 13 de junho é comemorado o Dia de Santo Antônio, santo português que é conhecido como casamenteiro. Por esta razão, no dia 12 do mesmo mês, véspera da data em homenagem a esta pessoa emblemática para igreja católica, é comemorado também o Dia dos Namorados. E este momento especial para os casais pode ser celebrado de diversas formas.

Portanto, é natural que se tenha trocas de presentes, produção de cartões com declarações de amor, e, claro, um jantar romântico. Tudo para criar um clima agradável para o casal. Neste sentido, é preciso ajustar alguns detalhes para comemorar esta data de maneira especial, como escolher comidas e bebidas ideais para o momento. Além de preparar um ambiente aconchegante para os pombinhos.

Para a nutróloga Tamara Mazaracki, existem algumas escolhas que podem tornar a noite agradável e ainda mais romântica para o casal, enquanto que outras podem causar um efeito nocivo para a saúde dos “pombinhos”. Por isso que a especialista recomenda pensar direitinho nos detalhes, facilitando a produção de um jantar incrível para o casal.

Foto: depositphotos

Dicas para comemorar o Dia dos Namorados

De acordo com a especialista, quem deseja manter o “pique” para aproveitar a noite toda precisa ter cuidado com o consumo de álcool. Quanto mais bebida alcoólica for consumida, menos energia a pessoa terá para aproveitar outros momentos de uma noite especial. “Quando for jantar não exagere no álcool. Uma pequena quantidade diminui a inibição e aumenta a disponibilidade para namorar, mas se exagerar na dose o efeito é o contrário”, indica a profissional. Por isso que a especialista recomenda o consumo de uma taça de vinho seco para acompanhar o jantar.

Já com relação à comida, a médica é enfática. “É importante se alimentar bem sem comer demais – barriga cheia acaba com o romance. Alimentos pesados e gordurosos são um verdadeiro corta desejo. A refeição ideal é leve”, explica Tamara. Sendo assim, a profissional recomenda apostar em proteínas marinhas, como peixes e outros frutos do mar, tudo isso sem contar em pratos com saladas regadas de azeite. Enquanto que a sobremesa pode ser composta por morangos com chantilly ou um mousse de chocolate.

Dia dos Namorados: ambiente, decoração e presentes

Além de comidas e bebidas, a noite destinada aos pombinhos pode ter outros pontos de organização que vão fazer a diferença para o casal. Portanto, é importante ficar atento ao ambiente escolhido, que precisa ser aconchegante para ambos os envolvidos, seja ele em casa ou um restaurante. A decoração também é um fator determinante, pois ela influencia no clima do jantar. Sendo assim, é preferível apostar em um lugar de meia luz, com velas e uma ornamentação com flores vermelhas.

Apesar de todos estes pontos, é necessário ainda ficar atento aos presentes. Entender os gostos do outro faz parte de uma relação saudável e claro, é importante não deixar passar em branco. De um presente relativamente caro à uma cartinha, o que vale é o gesto de carinho neste dia tão especial.


Source link