Melancia faz mal para o fígado? Fique sabendo

O fígado é um órgão bastante sensível que pode ser muito prejudicado dependendo do estilo de vida que levamos. Vários alimentos, até mesmo alguns naturais, podem fazer mal para ele. Descubra se a melancia faz parte dessa “lista de alimentos proibidos”.

Cada organismo reage de uma forma única à ingestão de alimentos, se depois de consumir qualquer tipo de comida houver algum mal-estar, procure a ajuda de um profissional da área.

Melancia para o fígado

Beneficia os rins e fígado

A melancia é conhecida como um diurético natural que muito contribui para facilitar o trabalho dos rins e, consequentemente, também do fígado.

A melancia é composta 90 % de água. Seu consumo hidrata o corpo e elimina toxinas (Foto: depositphotos)

A fruta ajuda a aumentar o fluxo da urina sem precisar forçar os rins. O alimento também facilita o processo da amônia (resíduos da digestão de proteínas) do fígado, reduzindo a tensão sobre os rins ao mesmo tempo que livra o excesso de fluídos.

Elimina o acúmulo de toxinas

O acúmulo de toxinas no organismo pode prejudicar o funcionamento do fígado e ser o motivo do surgimento de vários problemas na saúde. Mesmo que o órgão tenha a capacidade de limpar-se todos os dias, quando ele está sobrecarregado pode existir uma alteração nessa função.

Veja tambémChá caseiro para gordura no fígado

Um dos papéis da hidratação é eliminar pelo suor, fezes e urina essas toxinas prejudiciais. E a melancia é uma das frutas que mais contém água. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o recomentado para um adulto é a ingestão de dois litros de água por dia. Uma ótima opção também pode ser o suco de melancia, que além de hidratar, é rico em vitaminas A, B1, B6 e C, antioxidante, reforça o sistema imunológico, previne doenças cardíacas e é livre de gorduras e colesterol.

Cuidado com os excessos

Apesar da vitamina C estimular o fígado e sintetizar materiais tóxicos em substâncias absorvidas pela água, o excesso dele traz malefícios para o órgão.

Por ser uma fruta rica em vitamina C, a melancia pode prejudicar diretamente o órgão, que pode acabar sendo sobrecarregado e sofrer alguns dano.

A vitamina C é responsável por absorver o ferro, mas quando há excesso da vitamina, acaba aumentando também essa absorção, causando danos hepáticos a um longo prazo.

Alimentos naturais que fazem bem ao fígado

Além da melancia, existem outros alimentos que ajudam a fortalecer o fígado e a tratar problemas hepáticos.

Invista em uma alimentação natural rica em vegetais coloridos, como: beterraba, cenoura, tomate, toranja, abacate, espinafre, dente de leão, nozes, grãos, azeite, frutas cítricas, repolho, cúrcuma, aspargos, maçãs, couves de Bruxelas, alho e vegetais de folhas verdes.

Veja tambémForma correta de como escolher melancia na hora da compra

O que pode prejudicar o fígado

Segundo o especialista Juliano Pimentel, a maioria das pessoas imagina que problemas no fígado se relaciona exclusivamente ao consumo de bebidas alcoólicas. Mas a causa das doenças hepáticas não se resumem apenas a isso.

“A gente tem que ter em mente que hoje o fígado é muito mal tratado, porque consumimos muito lixo, com uma alimentação cheia de comidas que não prestam. As toxinas (desses alimentos) passam pelo órgão que tem que trabalhar em cima delas”, esclarece o especialista Juliano Pimentel.

Além do cuidado com o excesso de álcool, também evite a ingestão em excesso de carboidratos, carne vermelha, alimentos muito processados, com muito corante e conservante, frituras, comidas gordurosas e açúcar.

O excesso de medicamentos como alguns que ajudam a tratar o colesterol ou o acetaminofeno analgésico (Tylenol), também podem causar danos graves ao fígado.

A obesidade e sobrepeso também colocam em risco a saúde do fígado. Além de possuir uma dieta equilibrada, procure praticar diariamente exercícios físicos para evitar o acúmulo de gordura no órgão.

Veja tambémComer melancia à noite faz mal? Saiba

Doenças que podem atingir o fígado

Segundo uma lista divulgada pelo site especializado, Hepcentro, o número de doenças que podem prejudicar o fígado é bastante vasta. São algumas delas:

  • Alcoolismo
  • Amiloidose
  • Ascite
  • Câncer do Fígado
  • Câncer das Vias Biliares
  • Cirrose Biliar Primária
  • Cirrose Hepática
  • Colangite Esclerosante Primária
  • Crioglobulinemia e Hepatite C
  • Deficiência de Alfa-1 antitripsina em adultos
  • Doença Hepática pelo Álcool
  • Encefalopatia hepática
  • Esteatose Hepática
  • Gastropatia Hipertensiva Portal
  • Hemangiomas Hepáticos
  • Hemocromatose
  • Hepatite Autoimune
  • Hepatite A
  • Hepatite B
  • Hepatite C
  • Hepatite D (Delta)
  • Hepatite Granulomatosa
  • Hepatite por Citomegalovírus
  • Hepatocarcinoma
  • Hepatopatia Falciforme
  • Hepatopatia Induzida por Drogas
  • Hiperbilirrubinemia: Gilbert e Crigler Najjar
  • Hipertensão Portal
  • Metástases Hepáticas
  • NASH
  • Neoplasia Hepática
  • Porfirias hepáticas
  • Sarcoidose
  • Síndrome de Budd-Chiari
  • Síndrome de Gilbert
  • Síndrome Hepatopulmonar
  • Tumores Benignos do Fígado
  • Varizes gastroesofágicas.

Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*