Hábitos para ser um casal feliz

Há alguma fórmula para ser um casal feliz,  como  aqueles dos contos de fadas de  e dos filmes?  Algum segredo para conseguir a tão sonhada plenitude em uma relação?

Neste artigo lhe contamos alguns hábitos que você pode colocar em prática  para que sua vida a dois seja maravilhosa.

Como ser um casal feliz?

É uma das perguntas de milhões de pessoas,  e a boa notícia é que existem diferentes técnicas ou hábitos que podem  respondê-la.

É só uma questão de comprometer-se e de  fazer o possível para que ela seja como desejamos.  Dê uma olhada nos seguintes conselhos:

Você quer saber mais? Leia:  Como reconhecer e evitar a manipulação emocional do seu parceiro?

1. Ir juntos para a cama

Isso quer dizer que os dois devem dar prioridade à relação acima de todas as coisas.

Ir para cama ao mesmo tempo é uma atividade que reforça os laços e aumenta a cumplicidade.

Nesse momento pode-se aproveitar para conversar sobre nossos sentimentos, nossos medos, e nossos projetos.

Se, diferente disso,  cada um deita  mais cedo, e quando o outro chega já está dormindo, é mais difícil  que a situação seja  propícia para conversar.

2. Compartilhar atividades

No momento em que vocês se conheceram, provavelmente o que lhes chamou a atenção foram seus interesses.

Com passar do tempo quem sabe esses gostos ou interesses tenham mudado.

Um dos principais problemas dos  casais atuais é que cada um faz suas atividades sem compartilhar com o outro.

Não é necessário que os dois gostem das mesmas coisas, mas que ao menos durante alguns momentos do dia possam estar juntos e desfrutar de algum tempo livre.

3. Cumprimentar-se todas as vezes que forem necessárias

Nunca são suficientes as demonstrações de afeto. Não basta dizer “que você tenha um lindo dia” antes de sair para o escritório. É fundamental o contato físico.

Um beijo ou um abraço toda vez que nos despedimos ou nos encontramos, pode melhorar a relação.  Os casais felizes não costumam se  cumprimentar em nenhum momento do dia, nem sequer depois de haver passado horas separados.

4. Passar tempo a sós

Quando já formaram uma família é mais difícil conseguir um momento para estar sozinhos.

Se a isso somarmos as obrigações e as atividades cotidianas, cada vez são menos os  tempos disponíveis para passar com nosso parceiro,  e ninguém mais.

Devemos tentar reservar, no mínimo, uma hora por semana  na qual ninguém nos atrapalhe.

Pode ser um  jantar em um restaurante nas sextas à noite, dar um passeio no parque, ou assistir a um filme na televisão. O importante é que não tenha outras pessoas juntas.

5. Evitar que as discussões aumentem

Quantas vezes já nos aconteceu de começarmos a discutir por alguma coisa pequena e sem importância, e depois se converte em uma briga com gritos e choro.

Isso acontece porque uma coisa leva à outra, como se fosse uma bola de neve, cada vez maior.

Devemos nos concentrar no tema em questão, e fazer  todo o possível para solucioná-lo. Temos que ser objetivos no “chega de rodeios”.

Por exemplo, se o problema é a falta de dinheiro não continuamos a discussão disposição falando das relações pessoais, dos filhos, etc… (a menos que estejam vinculados ao tema principal).

6. Expressar os sentimentos

Todo mundo gosta de receber elogios e mimos, mas principalmente se estes provêm da pessoa que amamos.

Não importa quanto tempo faz que  que estejam juntos: Tem-se, de vez em quando, dizer algo bonito para outra pessoa: “como essa gravata lhe fica bem”.  “gosto muito como você faz o jantar”. “Hoje você está mais bonito do que o de costume”.  Você está linda com esse vestido, etc…

7. Rir juntos

O senso de humor é uma das chaves para  ser um casal feliz. Trata-se, sem dúvida, de um instrumento fundamental que aumenta a cumplicidade entre ambos e que ajuda em situações adversas.

Rir à toa indica que a relação é saudável, tem intimidade,  e que ambos os membros trabalham em equipe.

8. Manter a intimidade

Depois de passar pela fase de lua de mel, pode ser que a relação tenha diminuido os momentos de sexualidade.  O passar do tempo, a chegada dos filhos, os problemas, ou as obrigações diárias nos afastam da intimidade.

No entanto, podemos desfrutar da intimidade de outra maneira, como por exemplo, dormindo abraçados, compartilhando  olhares cúmplices, dizendo coisas bonitas,  etc…

9. Pedir o que precisaCasal feliz

É um erro muito comum crer que o outro deveria saber, sem sombra de dúvidas aquilo que queremos ou precisamos.

Ainda que seja verdade, que em uma relação duradoura  se conhecem os gostos e interesses do parceiro,  também não podemos ser adivinhos.  É fundamental  dizer e pedir.

Isso significa não deixar nada  ao acaso, ou para as suposições,  já que podem trazer mais problemas que soluções.

Ao falar abertamente sobre nossas necessidades, nossos sentimentos, ou sobre o que esperamos do outro, não haverá mal entendidos.

Inclusive, podemos conversar sem problemas sobre temas um tanto complicados, como dinheiro, família, política ou educação dos filhos.

Visite este artigo: Dia da Terra: nossa casa, nossa responsabilidade e a herança de nossos filhos

10. Projetar coisas juntos

Deve-se definir quais são as metas que podem ser alcançadas como casal, e também aquelas que, apesar de serem individuais necessitam do apoio um do outro.

É muito importante falar do futuro para estabelecer o tempo aproximado, no qual se concluirão os projetos  mais importantes,  como casar, ter filhos, mudar-se, ou viajar.


Source link