Gelatina prende o intestino? Descubra

O artigo Gelatina prende o intestino? Descubra faz parte do conteúdo do Remédio-Caseiro.

Para lanches rápidos, a gelatina aparece como uma boa opção. Mas, existem muitos benefícios e dúvidas associados a esse ingrediente, muito mais do que as pessoas imaginam. Um deles é relacionado ao intestino. Será que a gelatina prende mesmo o intestino?

A gelatina é uma substância obtida como fruto do cozimento de determinados tecidos animais, como a pele e a cartilagem bovina. Isso é possível graças ao processo de hidrólise parcial do colágeno. Naturalmente a gelatina não possui cor.

Sua utilização está associada a uma série de benefícios para a saúde. Porém, é bom que fique claro que a inclusão do alimento na sua dieta depende da supervisão médica. Isso ajuda a resguardar o paciente do aparecimento de complicações.

Gelatina prende o intestino?

A gelatina é uma substância obtida como fruto do cozimento de determinados tecidos animais

A versão extraída das algas marinhas é melhor do que a extraída dos animais (Foto: depositphotos)

Para quem está com problema intestinal, a gelatina pode ser uma excelente solução, justamente pela quantidade de água que ela possui em sua composição. Mas, o que faz da gelatina algo benéfico para melhorar o trânsito intestinal não é só isso.

A gelatina possui uma excelente capacidade de absorção de fluidos. Sendo assim, o ingrediente auxilia na prevenção do inchaço causado pela retenção de líquidos. Outro benefício da gelatina é diminuir também o inchaço estomacal.

Especificamente para os problemas de intestino preso, a gelatina atua na manutenção dos fluidos presentes no trato intestinal. Dessa forma, o movimento intestinal segue de forma saudável e o intestino funciona da forma correta.

“Seu consumo diário ajuda no combate a prisão de ventre por intermédio da eliminação e toxinas prejudiciais ao organismo”, certifica a nutricionista Paula Castilho sobre as propriedades da gelatina no combate a prisão de ventre.

Veja também: Chás para o intestino

Porém, de acordo com o nutricionista Andressa Rodrigues, não é todo tipo de gelatina que é indicada para resolver os problemas elencados anteriormente. “A melhor gelatina para ser consumida é a versão sem sabor ou a agar-agar, que é retirada das algas marinhas”.

Gelatina agar-agar

Na lista de indicações, a gelatina agar-agar é uma das que proporcionam todas essas vantagens para a saúde apresentadas até agora. Isso acontece porque, ao contrário da gelatina comum, que é uma fonte de colágeno animal, a gelatina agar-agar é concebida a partir da utilização de algas marinhas.

Dessa forma, essa variação de gelatina é rica em fibras, aumenta a sensação de saciedade e regula o intestino. Seu rendimento também é maior do que a gelatina comum e não altera o sabor dos alimentos, quando usada em seu preparo.

Veja também: Receita de gelatina de ágar-ágar para os vegetarianos

Benefícios da gelatina

A gelatina possui em sua composição várias vitaminas, sais minerais e compostos orgânicos. Entre os principais que podem ser destacados estão: cobre, selênio e fósforo. O alimento também é uma excelente fonte de proteínas.

Muita gente ainda associa a gelatina aquele lanchinho fora de hora bastante consumido pelas crianças. Mas, já faz algum tempo que a gelatina também passou a fazer parte da dieta dos adultos.

Isso se deve pelo alto índice de colágeno existente na sobremesa. Isso é reflexo em uma série de benefícios para a saúde do ser humano. Ela ajuda na diminuição dos níveis de colesterol no sangue e controla a glicemia.

A gelatina também serve como alimento que pode ser associado a dieta. Não que ele vá contribuir para a eliminação de peso, mas ela promove o controle do apetite e supre a necessidade de ingestão de doce.

No que diz respeito aos benefícios que ela pode trazer para outros pontos, principalmente aqueles ligados a estética, a gelatina deixa a pele mais bonita, fortalece as unhas e evita a queda do cabelo.

Veja também: Gelatina emagrece e tem muitos outros benefícios

O colágeno presente na gelatina auxilia na prevenção de estrias e celulites. Outro benefício vinculado a essa mesma substância está na possibilidade de contribuir para deixar os músculos mais tônicos, ao mesmo tempo que ajuda no processo de cicatrização da pele.

Quando o assunto está vinculado a saúde dos ossos, a gelatina atua na reconstituição e regeneração das articulações, evitando problemas que podem aparecer com o avançar da idade, como a osteoporose.

A gelatina também fortalece o sistema imunológico, aumenta a qualidade do sono e regula a atividade metabólica.

Veja como fazer a gelatina

Ingredientes

-500 ml de água filtrada;
-1 saquinho de gelatina em pó do sabor que você preferir.

Modo de preparo

O primeiro passo é colocar metade da quantidade indicada de água para ferver. Assim que atingir o ponto de ebulição, adicione o pó da gelatina e mexa bem até dissolver por completo.

Logo em seguida, a indicação é juntar o restante da água que ficou reservada. Por fim, coloque a gelatina em um pote único ou divida em pequenas porções. Leve para a geladeira por pelo menos duas horas.

Para deixar a gelatina mais nutritiva e saborosa, a dica é acrescentar pedaços de qualquer fruta da sua preferência antes de levar a gelatina para a geladeira.

O artigo Gelatina prende o intestino? Descubra faz parte do conteúdo do Remédio-Caseiro.


Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*