Exercícios para a tendinite no ombro

Quando ocorre a inflamação de um tendão, falamos de “tendinite”.

Inclusive as pessoas que não praticam esporte de forma profissional podem desenvolver esta condição tão dolorosa, limitando os movimentos das extremidades.

Neste artigo oferecemos alguns exercícios para a tendinite no ombro, uma das mais comuns.

O que é a tendinite no ombro?

A inflamação dos tendões vem acompanhada por microfissuras que não permitem girar ou mover braços e pernas adequadamente.

No caso da tendinite no ombro, afeta o bíceps braquial e quatro dos músculos pertencentes ao chamado “manguito rotador”: supra espinhoso, infra espinhoso, redondo menor e sub escapular.

Os três fatores principais que propiciam a tendinite no ombro ou glenohumeral são:

Visite o artigo: Como prevenir e tratar as dores nos ombros?

1. Idade

Loading...

É mais provável naquelas pessoas com mais de 40 anos e em idosos de mais de 65 anos. Porém, cada vez é mais comum em jovens entre 25 e 35 anos.

2. Fatores mecânicos

A elevação do ombro, devido a certas atividades no trabalho ou físicas, que implica em um aumento da roça de atrito do tendão e o uso excessivo do setor pode gerar microtraumatismos e, posteriormente, tendinite.

3. Fatores vasculares

Neste caso afeta os músculos infra e supra espinhoso. Ambos têm uma região de irrigação escassa no tendão e são mais vulneráveis aos processos degenerativos.

Dentre os sintomas da tendinite no ombro se destacam as dores:

  • Durante a noite e o repouso.
  • Quando há pressão.
  • Ao fazer certos movimentos (principalmente de elevação do braço).
  • Ao fazer alongamentos no frio.

Quando a tendinite se gera nos músculos do manguito rotador os sintomas são mais específicos:

  • Dor  na parte lateral ou posterior do ombro.
  • Separação do arco do ombro de até 120 graus.
  • Imobilidade ao querer girar ou elevar o braço.

Exercícios para a tendinite no ombro

Mulher comdor no ombro pela tendinite

Os objetivos de uma rotina para pacientes com tendinite no ombro são basicamente reduzir a dor e aumentar a mobilidade da região para poder realizar as tarefas cotidianas sem problemas.

Além disso, servem para fortalecer os músculos ao redor do ombro, alongar a área e voltar à prática de esportes, de acordo com o caso.

Antes de fazer estes exercícios é fundamental ir a uma consulta com um traumatologista ou um fisioterapeuta para saber se são adequados e se estão sendo feitos de forma correta.

Ao cumprir uma rotina de movimentos para o ombro aumentará pouco a pouco a flexibilidade, o controle postural e a força muscular.

Loading...

Source link

Loading...