É bom usar sapatos planos diariamente?

Você sente dor nos pés e não sabe por quê. Faz exercícios com muita frequência, aquece e alonga antes e depois. No resto do tempo, usa o carro para se locomover. Em casa usa os mesmos chinelos de sempre…

Apesar de tudo, a dor persiste. Você não sabe o que fazer, mas a pontada incômoda não te deixa aproveitar o dia a dia como gostaria. Onde está o problema?

Talvez você esteja usando o calçado errado. Quase todo mundo sabe que usar sapatos de salto alto diariamente é prejudicial, e por isso algumas pessoas decidem reduzir seu uso.

No entanto, poucos conhecem as consequências negativas de usar sapatos planos. A priori, é mais confortável e parece que o pé sofre menos. No entanto, nem sempre é assim.

Observe a sola do seu pé: você nota a curvatura? Isso é um indicador de que precisamos de uma certa altura para caminhar, respeitando a morfologia desta parte do corpo.

Ao caminhar, o pé impacta contra o solo. Assim, quando usamos sapatos planos continuamente, desprotegemos a região.

Portanto, se não variamos a altura de nosso calçado, iremos castigar o corpo, o que terá consequências no lugar onde todo o nosso peso se apoia.

Consequências de usar sapatos planos diariamente

Loading...

O desencadeante de todos os males se chama fascite plantar. Trata-se de uma condição que ocorre quando danificamos o tendão que conecta o calcanhar com a parte da frente do pé.

Ele pode acabar prejudicado quando usamos sapatos planos diariamente, já que não se adapta à forma do arco. O pé sofre muito porque, na realidade, é nosso último suporte.

  • Esta patologia pode ser percebida quase a olho nu: diminui a altura que separa o chão do ponto mais elevado de nossos pés.
  • Para resumir, diremos que usar este tipo de calçado poderia culminar em um quadro de pés planos.

Como dizíamos, as extremidades inferiores são muito importantes para o equilíbrio. Nesta linha, à falha que ocorre aqui, seguem outras nos músculos, devido ao esforço extra necessário.

Enquanto alguns são liberados de trabalhar, outros têm que continuar com esta atividade. Assim, ocorre uma série de inflamações que provocam fortes dores nas costas, quadris, tornozelos…

Além disso, esta dificuldade piora quando, de maneira inconsciente, mudamos nossa forma de caminhar para tentar reduzir os incômodos.

Longe de conseguir o que queremos, o que fazemos é intensificar o problema, levando em conta que adotamos uma posição antinatural.

Pense nisso: quando um músculo se inflama, desloca o osso que o recobre, e este movimento faz com que o outro se irrite, por isso o processo vai se expandindo sem que nos demos conta.

Loading...

Source link

Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*