Durma melhor sem comprimidos para dormir: você só tem que fazer estas 8 coisas antes de ir para a cama!

Problemas de insônia estão se tornando cada vez mais comuns.

As pessoas andam mais ansiosas e estressadas, seja por causa do trabalho, da vida amorosa ou até mesmo pelo vazio que sentem.

Por causa da insônia, muita gente acaba apelando para os remédios, o que é uma péssima ideia, porque viciam e podem causar uma série de efeitos colaterais, como:

– Paralisia do sono

– Sonolência ao despertar

– Desejo de suicídio

– Amnésia temporária

– Depressão

Assim, é muito melhor buscar alternativas naturais.

Separamos uma lista com oito dicas que ajudam a combater a insônia, um mal que atinge 30% dos adultos e pode causar fadiga, irritabilidade e insuficiência cardíaca.

1. Tenha horário regular para dormir e acordar, mesmo nos fins de semana

Quando não estipulamos um horário certo para dormir, nosso corpo se sente perdido.

Por outro lado, se há um costume de dormir sempre às 22, por exemplo, o organismo libera melatonina, reduzindo a temperatura corporal e se preparando para o sono.

2. Evite assistir televisão na cama

Colocar televisão na cama não é uma ideia saudável, pois o aparelho prende nossa atenção.

Isso acontece porque o cérebro não sabe diferenciar a luz artificial da luz solar.

Então, quando assistimos televisão um pouco antes de dormir, a tendência é não haver a liberação de melatonina e, com isso, a preparação para o sono.

3. Se acordar no meio da noite, não fique na cama

É muito comum a pessoa acordar no meio da noite e mesmo assim continuar rolando na cama.

Isso aumenta a ansiedade e diminui a qualidade do sono.

O que deve ser feito é se levantar, tomar um chá calmante, como camomila ou erva-doce e apenas retornar quando estiver com sono outra vez.

O desafio é fazer isso sem ligar a televisão ou mexer no celular.

4. Evite tomar bebidas estimulantes após às 16 horas

Quase ninguém cumpre essa dica de ouro, mas para quem sofre com insônia é essencial.

Fuja de café, refrigerante, chocolate e outros estimulantes, todos eles deixam nosso organismo em alerta.

Mas, se você beber até as 16h, será menos ruim, pois terá tempo suficiente para se livrar dos efeitos colaterais antes de dormir.

5. Não pratique atividade física perto da hora de dormir

Há quem malhe até de madrugada, mas isso, geralmente, não é bom.

Quando fazemos exercícios físicos, liberamos substâncias como adrenalina, que só desaparecem quatro horas depois.

Acontece que nem todo mundo tem tempo para malhar ou praticar esportes pela manhã ou à tarde.

Por isso é melhor liberar a atividade física poucas horas antes de dormir do que estimular o sedentarismo.

Além disso, cada corpo reage de uma forma e há pacientes que dormem superbem depois de um bom treino.

O segredo é ter sensibilidade para saber como seu corpo responde ao esforço físico antes de dormir.

6. Deixe seu quarto aconchegante

Um ambiente escurinho, fresco e bem arrumado nos ajuda a dormirmos melhor.

Isso porque esse conforto estimula a melatonina e diminui a temperatura corporal.

7. Não consuma álcool antes de dormir

É verdade que vinho, antes de dormir, ajuda a relaxar o corpo.

Por outro lado, prejudica o sono.

Quando o álcool entra na corrente sanguínea, o cérebro entra em sinal de alerta e dificilmente consegue chegar na fase REM, a do sono profundo.

Segundo algumas pesquisas, o corpo feminino é mais propenso a sentir esse efeito.

Quando consomem bebida alcoólica, as mulheres perdem 20 minutos do sono e ainda acordam várias vezes durante a noite.

8. Desligue o celular e o computador uma hora antes de dormir

Esta dica não podia faltar.

Há quem fica nos aparelho eletrônicos até muito tarde.

Pior: é costume, principalmente entre adolescentes e jovens, levar o celular para a cama.

A exposição à luz artificial aumenta o estado de vigilância, da mesma forma que a televisão faz.

Além da luz, é preciso lembrar que o celular fica tocando sempre que recebemos uma mensagem, tudo isso impede uma boa noite de sono.

O melhor a fazer é deixá-lo longe do quarto e evitar o acesso poucas horas antes de dormir.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.


Source link