Como prevenir e tratar cárie, gengivite, periodontite, bruxismo e mau hálito

Embora pareça uma realidade fácil de acreditar, muita gente não tem o cuidado que deveria ter a higiene bucal. Esse é um fator que pode desencadear uma série de outros problemas, tais como cárie, gengivite, periodontite, retração gengival, bruxismo e mau hálito. O que ajudaria a evitar esses problemas é consultar-se regularmente com o dentista e cuidar da higiene bucal em casa.

Segundo Rosane Menezes Faria, dentista da Caixa Seguradora Odonto, problemas como os apresentados anteriormente podem ser evitados com uma ida regular ao dentista, no mínimo, a cada seis meses. “Vale lembrar que, mesmo com essas precauções, a ida semestral ao dentista com mote preventivo não deve, em hipótese alguma, ser descartada”, afirma a profissional.

Pensando nessa questão, a especialista listou algumas práticas que se mostram muito eficazes na prevenção dos problemas bucais já citados. “Na maioria das vezes, são tratamentos que não precisariam ser iniciados caso o indivíduo tomasse alguns cuidados simples”, pondera. No entanto, até os cuidados mais básicos são desconhecidos da maior parte da população.

Veja como prevenir e tratar os problemas bucais mais comuns

Foto: depositphotos

Cárie

A cárie é um problema dental bastante corriqueiro. Ela consiste na deterioração dos dentes, devido a ação de bactérias que fermentam os resíduos de alimentos compostos de amido e carboidratos presentes na boca. Segundo a dentista, a higiene bucal correta é a melhor maneira de prevenir a doença. Por isso, não dispense o uso de fio dental, escova e creme dental.

Dessa forma, a especialista passa as seguintes orientações. “O consumo elevado de açúcar é preocupante, pois ele está presente em diversos alimentos ‘queridos’ pelo paladar do brasileiro. Por isso, é imprescindível escovar corretamente os dentes após as refeições e usar fio dental, que remove os restos de alimentos e a placa bacteriana nos locais aonde a escova não alcança”.

Gengivite e periodontite

A gengivite acontece quando a placa bacteriana fica concentrada entre a base do dente e a gengiva, o que irrita o tecido e, consequentemente, provoca inflamação. Para identificar o problema, basta ficar de olho nos sintomas, segundo repassa Rosane. “Os principais sintomas são: inchaço, sensibilidade e sangramento da gengiva durante a escovação e o uso de fio dental”, informa.

Já na periodontite, a inflamação passa a atingir não apenas o tecido gengival, mas também a estrutura óssea que dá suporte aos dentes. Em estágios avançados, pode levar à perda dentária.

Loading...

Source link

Loading...