Causas das enxaquecas que você não conhecia

As enxaquecas podem ser causadas por diferentes fatores, alguns deles genéticos e outros arteriais.

Conheça alguns dos desencadeantes deste problema que afeta milhares de pessoas em todo o mundo.

Quais são as causas das enxaquecas?

Ainda que a principal causa das enxaquecas seja desconhecida existem certos fatores que desencadeiam esta condição que em muitos casos pode ser incapacitante.

Se você sofrer com esta forte dor de cabeça, pode se dever ao seguinte:

Leia também: Alimentos ricos em ferro, para evitar o cansaço e a dor de cabeça

1. O clima

Que a mudança de temperatura e o nível de umidade no ambiente podem influenciar em nosso estado de humor, não há dúvidas.

No entanto,  também tem a capacidade de incidir na aparição e no agravo das enxaquecas.

Sendo assim, as enxaquecas pioram quando  acontecem as quedas de pressão atmosférica,  quando faz muito calor,  ou a umidade é muito  elevada.

Ainda que não possamos controlar o clima, pelo menos podemos estar preparados para enfrentar essa situação.

Por exemplo, no verão evite sair nas horas do meio-dia ou realizar atividades rigorosas até o entardecer.

2. Os alimentos

Alguns alimentos podem incrementar a dor de cabeça, como por exemplo o queijo curado,  os alimentos curtidos, e as frituras.

Se formos propensos a esse tipo de cefaleias também devemos evitar aqueles alimentos que têm muitos conservantes e aditivos artificiais (a grande maioria dos que vendem no mercado hoje em dia).

Recomenda-se então levar uma vida mais saudável, e uma dieta que inclua muitas verduras e frutas cruas,  principalmente durante um quadro de enxaquecas.

3. Nos finais de semana

Ainda que pareça estranho, os sábados e os domingos são uma das causas das enxaquecas.  Ainda que se trate dos dias mais esperados da semana podem ser os detonadores da dor.

Isso se deve ao fato de que nas quintas-feiras e nas sextas-feiras estamos sob níveis de estresse muito elevados devido ao trabalho, às responsabilidades, ao estudo, etc…

Quando chega o final de semana o organismo relaxa muito e muda os seus padrões: nós deitamos e nos levantamos mais tarde, saímos para festas, comemos mal, fazemos muitas atividades em um curto período de tempo, etc…

4. A cafeína

Esta não só está presente no café, mas em todos os refrescos (principalmente do  tipo Cola).  A cafeína produz e desidratação em nosso organismo e vai diretamente para a corrente sanguínea. Dali viaja para o cérebro ou artérias.

Por isso, depois de beber uma xícara de café nos sentimos excitados.  Sem dúvida, isso tem sua consequência: a aparição das enxaquecas.

Da mesma forma devemos ter cuidado com abstinência da cafeína, pois a mesma também provoca dor de cabeça.

Se somos amantes do café, não podemos deixar de tomá-lo o dia inteiro, o processo deve ser paulatino.

5. Dormir em excessoMulher dormindo sem enxaqueca

Isso acontece principalmente nas férias ou durante os finais de semana.

Ainda que,  quando a cabeça nos dói, a primeira coisa que pensamos em fazer é deitar e descansar;  passar algumas horas seguidas na cama pode provocar enxaquecas.

Acima de tudo devemos ter em conta as alterações e os padrões de sono.

Dormir mais que 8 horas seguidas de uma vez só não é mau se for o que precisamos, mas ao converter isso em um hábito, não é tão benéfico.

Em muitos casos a pessoa não quer se levantar, ou  seus cochilos são muito extensos.  É importante evitar esses comportamentos.

6. As bebidas alcoólicas

Estas têm um efeito no corpo similar ao da cafeína.

As pessoas que bebem álcool periodicamente são propensas as enxaquecas e a dores de cabeça, pois as substâncias que o álcool contém são tóxicas para o organismo,  pois o  desidratam e demoram muito para serem eliminadas.

Além disso,  constitui-se em um maior trabalho para os rins e para o fígado.  Uma taça de vinho tinto nas refeições não é mau, mas sair para festas todos os dias, sim.

7. O estresse

São muitas as consequências para o organismo quando se mantém altos níveis de estresse, por um período prolongado.

Ainda que possa parecer que nada escapa a esse problema, e que nada pode ser feito a respeito, o certo é que temos à disposição centenas de técnicas para deixar de estar estressados,  e assim não sofrer de enxaquecas.

Por exemplo, podemos praticar meditação ou ioga, tomar um banho de espuma ao chegar em casa, irmos ao campo nos finais de semana, ou escolher atividades prazerosas depois do trabalho.

8. A falta de magnésio

Se você não ingerir a quantidade suficiente deste nutriente é provável que seja propenso às dores de cabeça. Aumente o consumo de alimentos ricos em magnésio, tais como:

  • Farelo de trigo
  • Ervas secas (coentro, hortelã, etc…)
  • Sementes de abóbora, girassol, linho e gergelim
  • Amêndoas, castanhas de caju, castanha do Brasil

9. A estimulação sensorialHomem com borboleta no cérebro

Quando uma luz nos encandeia, entramos em uma perfumaria, ou assistimos um filme de ação no cinema, podemos sofrer como consequência destes estímulos uma enxaqueca.

As membranas que recobrem o sistema nervoso central se irritam diante de algumas luzes, sons, aromas, e estimulam os receptores de dor localizados no cérebro.

Visite este artigo: 5 sinais que indicam que você deve eliminar o glúten de sua dieta

10. Alergia ao glúten

Não é a mesma coisa ser celíaco do que ser intolerante ao que contém o glúten.

Você pode verificar se padece desse problema deixando de consumir aqueles alimentos que contenham este ingrediente (pães, biscoitos, pizzas,etc…), e analisando se a dor de cabeça continua acontecendo.


Source link