Cada um colhe o que planta

“Se quiser ter prosperidade por um ano, cultive grãos. Por dez cultive árvores. Mas para ter sucesso por 100 anos cultive gente”.

Confúcio

Cada um colhe o que planta. Se plantar trabalho, colherá sucessos. Se plantar amor, colherá felicidade. Se plantar ventos, colherá tempestades. Ou seja, se você quer que algo ocorra, faça tudo para que aconteça.

Prepare-se, mas faça-o adequadamente. Escute-se e escute os outros. Tampouco busque o impossível, nem vingança, já que isso somente atrai o fracasso e a frustração.

Valorize o que tem, supere o que dói e lute por aquilo que quer

“Se você quer conhecer o passado, então olhe no presente, que é o resultado. Se quiser conhecer seu futuro, olhe em seu presente, que é a causa”.

Buda

Dizem que a vida é um eco, aquilo que você manda, volta. Dizem que o que planta, colhe. Que o que dá é o que obtém. Também se fala que o que vemos nos demais é o que existe em nós mesmos. Ou seja, como disse Facundo Cabral, “a vida é a arte do encontro”.

A lei da colheita

A lei da colheita é colher mais do que se planta. Plante um ato e colherá um hábito. Plante um hábito e colherá um caráter. Plante um caráter e colherá um destino.

James Allen

Tudo o que se planta se colhe em maior quantidade. Nossas sementes se tornam mais volumosas durante a transformação e se convertem em algo diferente, ou seja, crescem e se desenvolvem.

Obviamente, não se colhe no mesmo dia no qual se planta, mas você é o responsável pelo que se faz antes e depois da colheita. Este processo requer tempo.

Você é livre de fazer pensar, de agir, de dizer ou não dizer, etc. Não culpe os outros pelo que acontece com você. Você é livre para agir, mas não está livre das consequências.

Se não gostou daquilo que colheu, analise e mude o que planta. Não se canse de fazer o bem, nem deixe de trabalhar quando tudo se complica. Não crescemos quando as coisas ficam fáceis, e sim quando os desafios aumentam.

Observe bem o que está plantando

Construímos nossa vida lentamente e, sem nos darmos conta, estamos caminhando por trilhas que forjamos. Conhecemos como a palma de nossa mão o valor do esforço, do sacrifício e da vontade.

Sabemos que é o caminho do sucesso, mas no entanto, nos descuidamos com facilidade.

Colher sucessos nem sempre é doce. O processo até o êxito pode ser amargo, pois requer uma grande quantidade de sacrifício e de autocontrole. Porém, quando começamos a mudar, a fazer coisas diferentes, começamos a alcançar conquistas.

O mesmo ocorre com a obtenção da felicidade. Faz falta plantar sorrisos e atos de bondade em sementes, nos tratar e tratar aos demais com boa vontade. Agir de modo contrário somente atrai sentimentos destrutivos.

Mulher que acaba de colher flores

Diz-se que a amizade tem que ser mimada, o mesmo com o amor, e aqueles que plantam a verdade, colhem confiança. Também se diz que precisa de pouco para destruí-la, na verdade, basta um segundo para acabar com o que levou anos para se conseguir.

Por isso, também temos que falar que podemos plantar sementes que destroem o resto das colheitas. Além disso, tendemos a fazer isso com frequência, jogando fora grande parte do que tínhamos conseguido com esforço.

Não se esqueça nunca de que quem planta ventos, colherá tempestades. Por esta razão, é necessário reconhecer o lado negativo para deixá-lo de lado. Lembre-se de que se plantar negatividade, colherá tristezas. E, como apontou Jean de la Fontaine: “A maior desgraça é merecer a desgraça”.

Não se esqueça de que quem planta prepotência, colhe indiferença. Pense que ninguém é melhor do que ninguém, cultive o valor da humildade e aprecie os demais por quem são e não por suas aparências.

Não peça mais do que pode dar e não permita receber menos do que acredita merecer. Evite as exigências, pois conduzem a censuras. Viva de tal modo que nada do que você faça mereça qualquer repreensão ou condenação daqueles que o rodeiam.

Àrvores com forma de cabeça

Desenvolva suas fortalezas

Você somente poderá crescer se estiver disposto a se sentir incomodado durante um tempo. Invista em suas fortalezas, busque um modo de potenciar suas habilidades e seus conhecimentos.

Crie uma bolha de bem-estar emocional. Algumas dicas a seguir:

  • Como estávamos dizendo, as coisas boas não acontecem porque sim. Acontecem porque as atraímos e nos dispomos de tudo para consegui-las. Ou seja, nossa vida pode mudar se vamos até a montanha, em vez de esperar que a montanha venha até nós.
  • Quando começar a ir em busca de seus sonhos, não se esqueça de que não existem fórmulas mágicas e que ninguém pode lhe dar as chaves do sucesso, pois anseios, desejos e esperanças são tão numerosos quanto pessoas no mundo. Busque dentro de você.
  • Seja por falta de tempo, de vontade, de dinheiro, de autoconhecimento ou de espirito, é possível que nunca tenha potencializado suas fortalezas. Na verdade, pode ser que, inclusive, desconheça quais são as formas de desenvolvê-las. Pare para analisar o que sente e o que pensa.
  • Pergunte-se o que lhe define e busque informação a respeito. Hoje em dia temos uma variedade de ferramentas ao nosso alcance que podem nos dar pistas sobre a maneira de explorar nosso interior. Por isso, lembre-se sempre de que você é único e excepcional. Busque sua identidade, não perca sua essência.

Na verdade, por mais estranho que pareça, a única forma de alcançar nossos sonhos é colocando um prazo. Se estamos certos de que as possibilidades que a vida nos oferece irão vencer de uma hora para outra, recarregaremos nossas baterias para alcançar nossos objetivos.

Não se esqueça de que colhemos o que plantamos, logo não perca tempo e deixe que o sol de sua vida ajude suas sementes a crescer. Saia de sua zona de conforto.

Imagem destacada por cortesia de bruniewska


Source link