Aprenda a identificar um abusador de crianças

Ser capaz de identificar a um abusador de crianças é um tema fundamental nos tempos de hoje.

Porém, reconhecê-lo pode ser uma tarefa difícil, já que são pessoas que ganham a confiança das crianças das quais abusam.

A primeira coisa que devemos fazer é conhecer o perfil de um possível abusador.

Perfil de um possível abusador de crianças

1. Transforma-se em um amigo da família

Ele tenta se relacionar com a família, ser bem visto, e por isso é muito sociável, cuida das crianças, as leva para passear, para fazer compras…

Ele tenta ser muito próximo, se tornar amigo da criança e ganhar sua confiança.

2. Em sua grande maioria os abusadores são conhecidos das crianças

Segundo estudos realizados pela Associação Americana de Psicologia, 30% das crianças abusadas sexualmente foram vítimas de um familiar, 60% foram vítimas de um adulto que era conhecido e 10% das crianças abusadas foram atacadas por um desconhecido.

3. Características próprias dos abusadores de crianças

Geralmente contam com um histórico de abuso no passado, seja físico ou sexual. Alguns sofrem de transtornos psíquicos ou de personalidade.

4. Têm trabalhos que lhes permitem estar próximos às crianças

Professora com criança

Passam várias horas com eles como professores, cuidadores, treinadores…. Eles asseguram que amam as crianças, que elas são sua vida.

5. São muito astutos e geniosos

Usam truques, atividades, jogos, para ganhar a confiança e guardar segredos que sabem que vão usar como fonte de poder. Os jogos são de conteúdo sexual, carinho, beijos e toques indevidos, expor o menor a material pornográfico, extorsão, suborno, mas feito não afeto e amor para confundir e isolar às crianças com estas táticas.

Algumas características do abusador de crianças

Guardam lembranças, roupas, livros, brinquedos

Não focam em uma só criança, podem ter vários alvos para atacar e podem abusar de vários menores.

Não sentem culpa por seus atos

Criança triste

Esse comportamento é definido como sociopatia, quando a pessoa não sente empatia pelo outro e nem arrependimento por suas ações.

Muitas vezes a vítima é considerada um objeto

Alguns dizem que é uma maneira de evitar o sofrimento que eles infringem às crianças.

Geralmente os abusadores foram vítimas de abuso ou maus-tratos na infância

Experiências sexuais e de violência anormais; é aí onde se iniciam os transtornos de personalidade.

Conselhos para prevenir um possível ataque de um pedófilo

Não deixe as crianças sozinhas

Crianças indo à escola sendo alvos de abusador de crianças

Na rua, nos parques, no clube, no escritório, nos cursos, nas academias…. Fique atento em quem são os professores, na hora da entrada e da saída e acompanhe seu filho.

Conversar com eles sobre os perigos

Explique a eles os limites que devem impor, que ninguém, se quer um familiar, deve tocar suas partes íntimas, que nenhum adulto pode pedir que faça algo sem que eles contem aos pais, principalmente se for algo ruim.

Identificar as mudanças de humor nas crianças

Criança de costas

Se estiverem calados, deprimidos, isolados, tristes, pode ser um sinal de que estão sendo abusados.

Controle as redes sociais que eles usam

É preciso controlar para que não publiquem fotos que chamem a atenção dos abusadores. Nem que publiquem informação pessoal sobre ele e sua família como endereço, escola, ou indícios dos lugares que frequentam.

Os pais devem ter as senhas

Mãe consolando criança

Para monitorar as mensagens privadas e as solicitações de amizade que chegam às crianças. Os abusadores sexuais podem ser homens ou mulheres, fiquem alertas.

A criança tem que se sentir apoiada emocionalmente

As crianças que não têm apoio são alvo fácil para os abusadores. Converse com seus filhos, crie uma relação de amizade e confiança, aberta para que lhe contem seus problemas ou estado de humor.

É muito importante procurar ajuda se suspeitarem que há uma situação de alerta com alguém específico. Em todos os países existem instituições ou fundações que apoiam às famílias que enfrentaram este problema do abuso infantil.

É fundamental buscar ajuda, romper o ciclo de violência e romper o silêncio, denunciá-los, porque é preciso lembrar que as vítimas geralmente são várias.


Source link