Amiloidose: a nova doença rara que danifica os órgãos

A amiloidose é considerada raríssima e que se caracteriza pelo acúmulo anormal da proteína em órgãos e tecidos celulares

A amiloidose é uma doença considerada raríssima que se caracteriza pelo acúmulo anormal da proteína em diversos órgãos e tecidos celulares. A consequência dessa aglomeração são doenças que afetam o coração, sistema nervoso e gastrointestinal, fígado, rins e baço.

As causas da amiloidose podem ser fatores genéticos, consequência de doença inflamatória, da idade avançada ou resultado de diálise prolongada.

Especialistas da Universidade Clínica de Navarra, Espanha, começaram uma investigação para tratar pessoas que sofrem da doença. Os portadores de amiloidose têm uma sobrevivência média que varia entre seis meses e quatro anos, com as principais causas de morte cardíaca ou insuficiência renal.

Foto: depositphotos

Loading...

Source link

Loading...