7 estratégias fantásticas para potencializá-la

Chamamos de agilidade mental o conjunto de todos os maravilhosos processos cognitivos que tornam possível que possamos raciocinar e tirar conclusões com mais rapidez.

Nessa dimensão, incluem-se também a criatividade, a capacidade de análise e a rapidez com que relacionamos diferentes coisas, para sermos mais hábeis em nossas necessidades do dia a dia.

Todos esses processos não são dons reservados a poucos, nem muito menos atitudes que apenas as pessoas mais jovens possuem.

Pelo contrário. Falamos de conceitos que podem ser treinados, que não se perdem com a idade e que devemos trabalhar a cada dia para nos adaptarmos muito melhor ao nosso entorno.

Temos apenas que aprender a nos conscientizar.

Assim como fazemos exercícios, vamos à academia ou praticamos ioga, vale a pena dedicar alguns minutos por dia a estas estratégias simples, com as quais favorecer a conexão de nossos hemisférios, criar novas conexões neuronais e, pouco a pouco, investir na agilidade mental.

Explicaremos como conseguir isso.

1. Vista-se ou tire a roupa com os olhos fechados

Ainda que seja apenas uma vez por dia, tente fazer isto: vestir-se ou tirar a roupa com os olhos fechados. Pode parecer uma bobagem, mas esta atividade permite ativar processos incríveis.

  • Melhoramos a coordenação
  • Aumentamos a união do hemisfério direito e do esquerdo
  • Melhoramos a motricidade fina
  • Realizamos mapas mentais sobre a distância existente de botão a botão, sobre como fechar o zíper, por onde introduzir os braços…

Tente realizar este exercício sempre em condições de segurança: melhor fazer isso sentado na cama do que em pé.

Descubra que 10 coisas curiosas que acontecem enquanto dormimos

2. O jogo das aproximações

Para melhorar a agilidade mental, é preciso ter um aspecto bem claro: precisamos de vontade. Ainda que possam parecer simples passatempos, o cérebro agradece essas maneiras de romper a rotina, com as quais encontrar novos estímulos.

O jogo das aproximações é um desafio cotidiano que requer a aplicação de três processos: atenção, aproximação e cálculo.

Um exemplo seriam as seguintes propostas:

  • Quantas escadas existem em meu local de trabalho?
  • No ônibus… Quantas pessoas estão vestindo uma peça de cor preta?
  • Qual a soma dos dois últimos dígitos do número da placa do carro que acabou de passar?
  • Quanto segundos o semáforo leva para ficar verde?

3. Aprenda 5 palavras em outro idioma a cada dia para potencializar sua agilidade mental

Não importa que idioma você escolha ou se a cada dia é um diferente. Para melhorar a agilidade mental, pode ser muito bom aprender entre 3 a 5 palavras novas a cada dia.

Além de ampliar sua cultura, você melhorará seu potencial linguístico e, por sua vez, criará novas conexões neuronais, o que se traduzirá numa maior reserva cognitiva para enfrentar da melhora maneira o passar do tempo.

4. Saia da rotina sempre que possível

mulher_dancando_cozinha

Um dos grandes inimigos de nosso cérebro são as rotinas férreas, essas em que nada de novo acontece e em que o cérebro se automatiza.

  • No momento em que nossos processos cognitivos se limitam a ser sempre os mesmos, sem dar espaço à criatividade, à liberdade e ao prazer pessoal, aparecem as sequelas: a perda de memória, falta de concentração, reflexos mais lentos…

O ideal é que, a cada dia, você dedique entre uma a duas horas a si mesmo. Esses pequenos momentos para si são um presente para a mente e para os sentidos.

Descubra Técnica japonesa para eliminar o estresse

5. Converse, ouça, relativize e tire conclusões

O contato social, as relações positivas, o diálogo e as conversas que nos ajudam a ampliar perspectivas e conhecimentos são o autêntico “combustível” para melhorar nossa agilidade mental.

  • Conseguimos processar as informações mais rápido, aprendemos a avaliá-las e, por sua vez, a ter uma opinião própria.
  • Além disso, e ainda que você não acredite, discutir de vez em quando afina ainda mais a nossa mente.
  • Melhora nossa atenção, a capacidade de resposta, nossa assertividade e até nossa gestão emocional.

Porque poucas coisas são mais sábias que saber discutir com respeito e inteligência.

6. Mantenha um diário

escrever_diario

Muitas pessoas já têm como necessidade o costume de desabafar seus pensamentos, ideias e vivências num diário, numa folha em branco.

  • Mas além de um modo de deixar um registro sobre tudo o que ocorreu num determinado período de nossas existências, esse exercício funciona também como uma terapia para nossa mente.
  • Aprendemos a transformar ideias e vivências em palavras e frases.
  • O pensamento se torna mais ágil, a introspecção encontra um canal para desabafar, e tudo isso é revertido para o próprio cérebro.

Nossa criatividade aumenta. De fato, à medida que escrevemos, teremos ainda “mais vontade” de escrever. É como uma porta que se abre e onde, por sua vez, encontram-se mais caminhos a explorar.

7. Saia para caminhar todos os dias

caminhar_pes_plumas

O corpo está em sintonia com a mente. Um corpo cansado, estressado e inchado faz com que nossa mente se torne um pouco mais rígida.

Assim, ficará focada em aspectos pouco harmônicos que impedirão a criatividade, o relaxamento, e o foco em outros estímulos situados mais além de nosso próprio corpo.

Descubra 7 hábitos que afetam sua saúde cerebral

Sair para correr relaxa. Sair para andar liberta a alma, a mente, o coração. Ao colocarmos um pé na frente do outro, a mente se sente livre, sobretudo porque chegam mais oxigênio e nutrientes ao cérebro.

Se você quer ter uma mente mais ágil, leve isso em conta: invista em si mesmo, dedique tempo, e defina como principal ingrediente em sua vida a paixão por aprender e a motivação para se sentir bem.


Source link