education

6 estratégias para reduzir o consumo de colesterol desde sua cozinha

O colesterol é um lipídeo que o organismo precisa para funcionar em boas condições, já que participa na produção de alguns hormônios, dos ácidos digestivos e das estruturas corporais.

O fígado o segrega internamente, mas também se absorve através do consumo de alguns alimentos que o contém.

Apesar de ser muito importante para a saúde, poderia se transformar em um perigoso inimigo quando não se controla de maneira adequada.

É que, ainda que não se desconheça sua função, os níveis excessivos poderiam aumentar o risco cardiovascular e os problemas renais e hepáticos.

O mais preocupante de tudo é que muitas pessoas ignoram seus níveis altos de colesterol, já que, como outras doenças, não costuma se manifestar com sintomas iniciais contundentes.

Devido a isto os médicos recomendam a realização de exames periódicos e uma alimentação balanceada, controlada em gorduras e calorias.

A seguir, vamos compartilhar 6 interessantes estratégias para que comece a diminuir seu consumo desde a cozinha.

1. Substitua a margarina

A margarina é um produto alimentício cuja composição inclui níveis altos de colesterol e gorduras saturadas.

Seu consumo regular pode influenciar nos desequilíbrios dos lipídios do sangue e, por sua vez, no surgimento de transtornos cardiovasculares como a arteriosclerose.

Para reduzir ou evitar seu uso, aconselha-se o uso de óleos vegetais tais como:

  • Girassol
  • Oliva
  • Canola
  • Cártamo
  • Abacate

Quer saber mais? Leia: Os incríveis benefícios de comer um abacate por dia

2. Mude os temperos

Os molhos e temperos usados para melhorar o sabor de alguns pratos contêm muitas calorias e gorduras saturadas.

Seu consumo excessivo aumenta os níveis de colesterol ruim e, a longo prazo, participa no desenvolvimento de alguns transtornos metabólicos.

Portanto, é conveniente mudá-los por alternativas mais saudáveis, tais como:

  • Creme de leite
  • Mostarda pobre em gordura
  • Iogurte grego
  • Pasta de tomate natural
  • Ervas e especiarias

3. Consuma lácteos pobres em gordura

Leite baixo em colesterol

Os produtos de origem animal como os lácteos, são uma importante fonte de colesterol que, com o tempo, influencia no aumento do mesmo no sangue.

O leite, os iogurtes e os queijos contam com um alto nível de gorduras saturadas que podem afetar a saúde.

Devido a isto é aconselhável adquirir as apresentações “baixas em gordura”, “desnatadas” ou “zero gordura” para moderar seu consumo.

É primordial ter em conta que, apesar de suas etiquetas, estes produtos contêm um nível significativo de calorias não é conveniente consumi-los em excesso.

4. Use azeite de oliva extra virgem

O azeite de oliva extra virgem é uma das “gorduras saudáveis” que merecem ser incluídas dentro do plano de alimentação diário.

Trata-se de uma fonte natural de ácidos graxos essenciais que, ao invés de acumular o colesterol, facilita sua eliminação do sangue para controlar seus níveis.

Conta com uma alta concentração de substâncias antioxidantes que freiam o dano oxidativo para reduzir o risco de endurecimento arterial.

Além disso, seu sabor é muito agradável e combina perfeitamente com muitos outros alimentos.

5. Mude o método de cocção

Comida gordurosa que aumenta o colesterol

Apesar de muitos ignorarem, o método de cocção dos alimentos tem muito a ver com o aumento dos lipídeos no sangue.

Tanto o colesterol quanto os triglicerídeos podem aumentar devido ao uso de óleos no preparo das refeições.

Preferir fritar ao invés de assar é um hábito que causa reações negativas na saúde.

Além disso, deve-se ter em conta que as altas temperaturas diminuem ou destroem a qualidade nutricional dos ingredientes.

Visite também este artigo: Descubra as gorduras saudáveis que não engordam

6. Aumente o consumo de vegetais

Os vegetais são excelentes aliados para diminuir os níveis de colesterol e outros problemas associados a ele.

São muito baixos em calorias e estão cheios de nutrientes que limpam as artérias e melhoram sua elasticidade.

Alguns nutricionistas sugerem que as porções deste alimento sejam equivalentes à metade do prato.

Deste modo, aproveita-se seu poder saciante e, de quebra, proporciona ao corpo uma quantidade interessante de nutrientes essenciais.

Cabe destacar que o certo é ingeri-los crus, já que é a única forma de obter 100% de suas propriedades.

Como acaba de ver, com simples decisões você pode começar a controlar o colesterol desde antes de ingeri-lo através dos alimentos.

Coloque-as em prática em sua cozinha e leve uma vida mais saudável.

Imagem principal oferecida por © wikiHow.com


Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

90