5 remédios naturais que te ajudam a amenizar a síndrome do ovário policístico

A síndrome do ovário policístico (SOP) é um transtorno hormonal feminino.

Ocorre quando os ovários fabricam mais androgênios que estrogênios e progesterona, comprometendo os processos que desenvolvem e liberam o óvulo durante o ciclo hormonal.

É um problema no qual o revestimento dos ovários engrossa, os quais, por sua vez, sofrem a formação de pequenos cistos ou folículos.

Estes, ainda que sejam benignos, causam desequilíbrios inflamatórios nos tecidos e, a maior parte das vezes, desencadeiam outros sintomas que afetam a qualidade de vida.

Inclusive, muitas das afetadas têm problemas de fertilidade e menstruações irregulares, o que termina gerando depressão e dificuldades no relacionamento e na vida sexual.

Felizmente, é uma condição que pode ser amenizada com a prática de hábitos saudáveis e uma intervenção médica oportuna.

Isso permite reduzir a severidade de seus sintomas e, muitas vezes, minimiza o impacto que tem sobre a fertilidade.

Somado a isso, há vários remédios de origem natural que, por suas propriedades, facilitam o controle hormonal para ajudar a neutralizar seus efeitos da melhor maneira.

Descubra-os!

1. Sementes de linho

Por seu alto teor de ácidos graxos ômega 3 e 6, as sementes de linho são idôneas para controlar a produção excessiva de androgênios, principal causa da síndrome de ovário policístico.

Estas ajudam a reduzir o nível de inflamação nos tecidos e, de quebra, ajudam no controle das irregularidades no período menstrual.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de sementes de linho (10 g);
  • 1 copo de água (200 ml);

Como consumi-las?

  • Coloque uma colher de sementes de linho de molho em um copo de água e, depois de 2 ou 3 horas, coe a bebida e consuma.
  • De forma opcional, adicione o óleo de sementes de linho em suas saladas, sopas e vitaminas.
  • Procure incluí-las, de forma moderada, todos os dias em sua dieta.

2. Sementes de feno-grego

As sementes de feno-grego se tornaram populares por sua capacidade de controlar os níveis altos de pressão sanguínea e glicose.

Elas têm efeitos anti-inflamatórios e diuréticos que ajudam a remover os líquidos retidos nos tecidos para reduzir seu nível de inflamação.

Estas oferecem ácidos graxos e antioxidantes que, ao controlar a atividade hormonalajudam a aliviar os incômodos que os ovários policísticos causam.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de sementes de feno-grego (10 g);
  • 1 copo de água (200 ml);
  • Mel de abelhas (a gosto);

Como consumi-las?

  • Adicione uma colher de sopa de sementes em um copo de água e deixe repousar entre 6 e 8 horas.
  • Depois desse tempo, misture-as com um pouco de mel e consuma.
  • Repita o consumo todos os dias, preferentemente em jejum.

3. Canela

A canela ameniza os sintomas do síndrome do ovário policístico

A canela é uma especiaria que se tornou popular por seus efeitos relaxantes, antiespasmódicos e digestivos.

Seus compostos ativos regulam os níveis de glicose no sangue e apoiam as funções metabólicas que impulsionam a queima de calorias.

No caso do SOP, ajuda a diminuir a inflamação, assim como os períodos menstruais irregulares e formação de cistos.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de canela (5 g);
  • 1 xícara de água (250 ml);

Como consumir?

  • Esquente uma xícara de água e quando entrar em ebulição, adicione uma colher de sopa de canela.
  • Deixe que repouse aproximadamente 10 minutos e consuma.
  • Você também pode adicioná-la em suas vitaminas e sobremesas.

4. Alcaçuz

A raiz de alcaçuz é uma planta que ajuda a diminuir a produção excessiva de hormônios masculinos nas mulheres afetadas por esta condição.

Seus compostos promovem a ovulação e estimulam a atividade metabólica que é comprometida devido aos descontroles hormonais.

Ingredientes

  • 1 colherzinha de alcaçuz (5 g);
  • 1 xícara de água (250 ml);

Como consumi-la?

  • Adicione uma colherzinha de raiz de alcaçuz em uma xícara de água fervendo e, depois de deixá-la repousar por 15 minutos, consuma a infusão.
  • Tome 2 vezes ao dia, todos os dias.

Evite tomar este remédio se você sofre de hipertensão.

5. Menta

A menta ameniza os sintomas do síndrome do ovário policístico

As propriedades da menta podem ajudar a regular os descontroles hormonais que influenciam no surgimento desta doença.

Apesar de não solucionar o desenvolvimento dos cistos, seu consumo complementa os tratamentos receitados pelo médico.

É idônea para evitar a aparição excessiva de pelo, a acne e outros sintomas próprios deste problema.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de folhas de menta (10 g);
  • 1 xícara de água (250 ml);

Como consumi-la?

  • Adicione uma colher de sopa de folhas de menta em uma xícara de água fervendo e deixe-a repousar entre 15 e 20 minutos.
  • Quando estiver pronta, filtre o líquido com o coador e consuma.
  • Tome 2 ou 3 vezes por dia, todos os dias.
  • Se gostar, de forma adicional ou complementar, adicione as folhas de menta em seus sucos naturais e vitaminas.

Prepare os remédios mencionados e comprove o quão bons são para diminuir o impacto dos sintomas do SOP.

Tenha em conta que, ainda que nenhum seja uma cura ou algo similar, seu consumo regular ajuda a promover o bem-estar.


Source link