5 remédios naturais e caseiros para tratá-lo

O herpes labial é uma das doenças mais imprevisíveis e incômodas. Por sorte, não supõe nenhum risco grave para a nossa saúde, mas ninguém gosta de ser visto com essa espécie de ferida no lábio.

Além disso, principalmente no começo, apresenta uma queimação e uma dor que nos impede de comer e falar com comodidade.

Se somarmos a isso a necessidade de usar pomadas que pioram seu aspecto, o certo é que parece compreensível que algo tão aparentemente insignificante e benigno nos cause tanto desgosto.

Por outro lado, também há muitos preconceitos quanto a sua origem. Na realidade, trata-se de um vírus do qual nunca nos livramos.

Isso não significa que soframos de herpes labial continuamente: inclusive podes-se ter um vírus sem que os sintomas apareçam.

Porém, uma vez que surjam, o habitual é que se manifestem em mais de uma ocasião ao longo de nossa vida. Os desencadeantes podem ser:

  • O estresse
  • Uma queda da imunidade
  • Mudanças bruscas de temperatura
  • Febre

Nestes casos, o mais frequente é aplicar loções químicas sobre a região afetada. Porém, também podemos aproveitar diferentes remédios caseiros para tratar o herpes labial. Confira!

Melhores remédios caseiros para tratar o herpes labial

1. Aplicar alho sobre a bolha

É provável que lhe pareça estranho, mas não é. Talvez o alho seja um dos alimentos mais subestimados que existem devido ao seu odor.

  • Porém, seu poder antibiótico, revigorante e antiviral é impressionante.
  • Nesse sentido, aplicar o alho sobre a bolha é uma solução mais do que eficaz.
  • Não se preocupe se coçar um pouco no começo, durará pouco e, além disso, irá livrá-lo do incômodo causado pela pomada.

2. Leite

O herpes labial é causad0 pelo vírus da herpes simples. Um de seus desencadeantes pode ser uma alimentação pouco equilibrada.

Devemos ter em conta que, através de nossa alimentação, obtemos dois aminoácidos essenciais: a lisina e a arginina.

A lisina tende a prevenir o herpes labial, enquanto a arginina alimenta o vírus e faz com que se reative.

O leite é rico em lisina, por isso é muito eficaz tanto para aliviar quanto para prevenir o desenvolvimento de herpes labial.

O que fazer?

  • Para aproveitar seus benefícios basta umedecer um algodão com leite e passá-lo em cima da região afetada até que desapareça.
  • Talvez essa forma de tratar o herpes labial te atraia mais do que a anterior, já que com ela você se livra do odor do primeiro caso.

Porém, qualquer um dos dois é aconselhável.

3. Aloe vera

Aloe vera

O gel da planta da aloe vera nos ajuda a secar e cicatrizar a ferida. Para conseguir o efeito desejado, temos duas opções.

  • Podemos adquiri-la em uma loja de produtos naturais e aplicá-la com um algodão.
  • Se tivermos a planta em casa, só precisamos parti-la e passar a parte mole sobre a úlcera.

Com este simples gesto, em pouco tempo você se verá livre do herpes labial. Sem químicos, sem odores, sem dores.

4. Sal de mesa e água

Esse método é um pouco mais trabalhoso, porém muito eficaz. Como sabemos, o sal é um cicatrizante excepcional, por isso sua utilidade não é desdenhável.

O que fazer?

  • Coloque uma pitada de sal sobre a ponta dos dedos úmidos.
  • Coloque os dedos sobre a úlcera durante dois minutos.
  • Molhe um algodão em água quente com sal e pressione os lábios durante alguns minutos.
  • Repita o processo.

5. Aumentar o consumo de vitamina C e E

Frutas cítricas

Combinar uma boa alimentação com as soluções descritas é a melhor decisão.

Para acelerar nossa recuperação e fortalecer o sistema imunológico devemos aumentar o consumo de:

  • Brócolis
  • Kiwi
  • Laranja
  • Abacate

Ainda, em comércios especializados, há vitamina E pura que você poderá aplicar sobre o lábio diretamente.

Porém, aconselhamos uma dieta com abundância destas vitaminas para evitar que a bolha surja, especialmente durante as mudanças de estação.

Com estes conselhos simples, o tratamento do herpes labial será um processo muito menos agressivo para o seu corpo. Do mesmo modo, não terá que esperar para poder ir à farmácia para começar a combatê-lo.

No mesmo instante em que notar os primeiros sintomas terá o remédio à disposição para usar, levando em conta que praticamente todos os elementos sugeridos estão em qualquer casa.


Source link