Loading...
DOENÇAS

5 incríveis dicas para não sofrer com doenças circulatórias durante o inverno


O tempo frio estimula a contração dos vasos sanguíneos, o que pode ser perigoso para a saúde das pessoas

Adorado por um, detestado por outros, o inverno tem lá as suas vantagens e desvantagens para a saúde. Somado a tudo isso, as baixas temperaturas podem influenciar diretamente no bem-estar das pessoas. Para que o corpo não sofra tanto com isso, algumas precauções podem ser tomadas.

O tempo frio estimula a contração dos vasos sanguíneos, principalmente das artérias periféricas, o que pode ser perigoso principalmente para pessoas com quadro de obesidade e sedentarismo. Tudo isso pode desencadear uma série de sintomas, sobretudo atrapalhando o sangue de chegar a até alguns tecidos.

“Essa má circulação pode ser extremamente perigosa, porque há riscos de desenvolvimento de insuficiência arterial periférica, infartos do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC) “, alerta a cirurgiã vascular e angiologista, Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Foto: depositphotos

Tudo pode ficar ainda mais grave quando há predisposição genética ou quadros de obesidade, alimentação desequilibrada e sedentarismo. “Diabéticos ou hipertensos precisam controlar a doença, praticando exercícios físicos regularmente, mantendo alimentação balanceada e evitando fumar”, esclarece a cirurgiã vascular.

O fenômeno de Raynaud

Uma das consequências mais comuns que o corpo pode apresentar devido as baixas temperaturas é o fenômeno de Raynaud, também conhecido como síndrome de Raynaud. Trata-se de uma condição onde os vasos sanguíneos dos dedos das mãos ou dos pés mudam de cor. Inicialmente eles ficam brancos, depois adquirem cor mais azulada.

Dependendo da intensidade do frio, o fenômeno pode ser classificado como primário ou secundário. Além do mais, as consequências causadas pelas possíveis alterações na saúde também pode interferir nessa classificação. O Raynaud primário acontece quando a característica não está associada a uma doença ou outra causa que explique essa situação.

Loading...
>

Já o Raynaud secundário é quando um outro problema médico está associado ao espasmo dos vasos sanguíneos. “Nesse fenômeno, existe um espasmo (contração) da artéria em reação ao frio, o que torna os pés ou mãos gelados, pálidos e com alteração de coloração”, explica a angiologista.

O corpo dá sinais

A médica explica que o corpo pode dar sinais de que está com a circulação “comprometida”: “O paciente pode sentir dormência ou inchaço nos membros, formigamento nas mãos e nos pés. No caso de câimbras, dor ao caminhar, paralisia ou fadiga muscular pode ser um indício de arteriosclerose”.

Em qualquer sinal de alteração, um médico deve ser consultado, alerta Lamita. “O tratamento para as doenças circulatórias pode ser feito por meio de medicamentos ou cirurgia, se for necessário. Mas a prevenção é o melhor tratamento, especialmente para pacientes que já tenham alguma doença que contribui para a obstrução das artérias”, comenta.

Como evitar esses problemas

A partir da tomada de algumas atitudes, problemas dessa natureza pode ser evitados. Confira agora uma lista passada pela especialista, com cinco dicas para que seu corpo não sofra com as baixas temperaturas:

– Usar roupas confortáveis e quentes, evitar peças justas (elas podem comprimir os músculos das pernas e cintura);
– Consumir alimentos ricos em fibras, já que auxiliam na boa digestão e controle do colesterol;
– Fazer exercícios físicos sob orientação médica;
– Optar por alimentos com gorduras poli-insaturadas;
– Beber muita água (entre dois e três litros) por dia.



Source link

Loading...







Loading...