5 exercícios para desenvolver a força mental e diminuir as preocupações

A que nos referimos quando falamos de “força mental”? De que maneira o exercício físico e a agilidade se relacionam com a resistência de nossa mente?

Por mais curioso que pareça, o clássico binômio “corpo-mente” está intimamente relacionado e é real. É um aspecto que não podemos descuidar.

Quando nos referimos à força mental falamos, antes de tudo, de atitudes que uma pessoa é capaz de aplicar no dia a dia para enfrentar as adversidades.

Por um lado, também é saber focar um objetivo para alcançá-lo, para desenvolver adequadas estratégias que ajudem alcançar a meta e o posterior sucesso.

Por outro lado, quem descuida da saúde do corpo notará como dia após dia muitas destas agilidades associadas a determinados processos cognitivos, como podem ser a atenção, a memória e inclusive a criatividade, se tornarão lentamente minguados e enfraquecidos.

Para compreender melhor aqui vai um pequeno exemplo. Você teve um dia ruim, um daqueles em que tudo deu errado, onde a vida parece andar fora do ritmo e justamente do lado contrário ao seu.

Você se sente tão sobrecarregado que opta por colocar uma roupa cômoda e, simplesmente, sair para caminhar. Aos poucos percebe que algo em você muda, se sente mais leve, sua mente toma novas perspectivas e as preocupações diminuem.

Corpo e mente têm um laço muito estreito, estão relacionados e são uma colaboração que devemos cuidar e otimizar.
A seguir explicamos 5 modos maravilhosos para alcançar este objetivo.

1. Caminhar é o melhor exercício para aumentar a força mental

Loading...

Acabamos de falar sobre isso: caminhar em um ritmo ágil, constante e regular favorece mudanças assombrosas em nosso cérebro.

  • São muitos os estudos que avaliam este dado: basta caminhar pelo menos meia hora por dia para reduzir vários problemas de saúde mental, prevenir a depressão e melhorar a qualidade de vida.
  • Não se trata também de se cansar e ir além de nossas forças. O simples movimento regular e constante ao longo de meia hora já coloca em marcha nosso coração, oxigenando o organismo e, especialmente, o cérebro.
  • Caminhar relaxa tensões e ajuda a ativar as ondas cerebrais relacionadas à calma, com as quais pode-se alcançar um nível de consciência que é mais receptivo a tudo que nos envolve.

Descubra 8 alimentos que devemos consumir para ter um cérebro saudável 

2. Sorrir, uma grande exercício terapêutico

Sorrir para aumentar a força mental

Você pode se surpreender e não acreditar, mas sorrir é algo terapêutico, uma força interior que nos traz emoções poderosas e que, além disso, contagia com positividade.

  • Algo que em certos momentos nos esquecemos é que o ato de sorrir tem uma grande influência de nossa genética.

É um tipo de linguagem herdado de geração para geração que significa mais do que um tipo de comunicação social e emocional.

Loading...

Source link

Loading...