4 chás caseiros para tratar a prisão de ventre

Quando sofremos com a prisão de ventre, nosso intestino apresenta dificuldades para evacuar. Isso pode ter diferentes causas. No entanto, existem muitos chás caseiros para tratar a prisão de ventre.

Se não conseguirmos resolver esse problema o quanto antes, a sensação de mal-estar se torna insuportável e os sintomas, como a dor abdominal e os calafrios, aumentam.

Estes chás permitem um bom trânsito intestinal e melhoram imediatamente os sintomas de uma maneira completamente natural e com rápidos benefícios.

Eles favorecem a evacuação (pelo menos duas vezes ao dia) e, além disso, melhoram a consistência das fezes, que se assemelham às de uma pessoa que não sofre com esse problema.

Ingerir uma boa quantidade de líquido, juntamente com uma dieta rica em fibras, é essencial para começar a otimizar o canal digestivo.

Assim, favoreceremos sua completa hidratação e evitaremos dificuldades na hora de evacuar.

Melhores ingredientes para chás caseiros para tratar a prisão de ventre

  • Sementes de linhaça
  • Aveia
  • Malva
  • Chá verde

1. Sementes de linhaça

Também conhecida apenas como linhaça, tem um excelente efeito depurador no trato intestinal, já que melhora a motilidade e ajuda a eliminar facilmente as fezes.

Ingredientes

  • 1 xícara de água (250 ml)
  • 1 colher de linhaça (10 g)

Modo de preparo

  • Aqueça a água numa panela e, quando chegar ao ponto de ebulição, coloque-a numa xícara e junte uma colher de linhaça.
  • Deixe repousar por seis minutos antes de coar e beber.

Modo de consumir

  • Consuma 2 vezes ao dia, antes do café da manhã e do jantar.
  • Se você consumir regularmente esse remédio, poderá perceber seus efeitos estimulantes em poucos dias.

2. Aveia

Aveia para tratar a prisão de ventre

É um excelente cereal para combater e até prevenir os episódios de prisão de ventre. É um dos alimentos que não pode faltar no seu dia a dia.

Melhora quase que imediatamente a consistência das fezes e permite maior fluidez em todo o comprimento do cólon.

Loading...

Source link

Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*